Deputado cobra por compra de respiradores

O anúncio da compra de respiradores sem licitação da China por R$ 550 milhões, feito pelo governo do Estado de São Paulo, levou o deputado estadual Rafa Zimbaldi (PSB) a cobrar explicações do governador João Doria (PSDB). ???Já solicitei pedido de requerimento por meio de meu mandato e defendo a investigação do MP???, afirmou o deputado nesta quinta-feira (30).
De acordo com informações publicadas no jornal Folha de São Paulo, o Ministério Público de São Paulo decidiu abrir investigação para apurar a aquisição de 3.000 aparelhos importados da China, através de um intermediário do Rio de Janeiro, a um custo total de US$ 100 milhões (mais de R$ 550 milhões). A compra dos respiradores foi feita em caráter de urgência e, segundo o jorna, é o maior gasto individual da gestão tucana com ações contra o coronavírus, representando quase metade do R$ 1,2 bilhão estimado pelo governo de custos extras com a pandemia.
Para o deputado, o governo paulista poderia ter valorizado uma de suas próprias instituições de pesquisa, a USP (Universidade de São Paulo), que desenvolveu respiradores que custam R$ 1 mil reais e ficam prontos em duas horas.
Para justificar a compra dos respiradores da China, a Secretaria da Saúde do Estado apontou o agravamento da pandemia e o fato do governo federal ter comprado todos os respiradores nacionais que estavam disponíveis.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE