Dep. coordena audiência da Vila Soma

Uma audiência pública coordenada pela deputada estadual Márcia Lia, na cidade de Sumaré, vai discutir a situação das cerca de 10 mil pessoas que ocupam uma área privada desde junho de 2012, na Vila Soma, e correm o risco de despejo sem ter um local definitivo para morar. São 2,7 mil famílias, com 700 crianças em idade de creche e até 16 anos e dificuldades de acesso à água, energia elétrica e à infraestrutura.  A audiência “Conflito Fundiário na Vila Soma” será realizada no próximo dia 09 de março, a partir das 14 horas, na Câmara de Sumaré.

O objetivo da atividade é dialogar sobre a as dificuldades dos moradores e também encontrar alternativas para manter as famílias na área até a construção de um empreendimento popular para onde as famílias seriam realocadas. Outro tema que deve ser pautado na audiência é a suspensão da reintegração de posse, que marcada para dia 17 de janeiro último, pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
 “No ano passado vimos várias datas serem marcadas para a reintegração de posse na Vila Soma; alertei que o local poderia se transformar em um novo Pinheirinho, e neste ano, conseguimos a suspensão da reintegração no STF, então prevista para 17 de janeiro. Mas precisamos de uma solução definitiva”, justificou Márcia Lia, que coordena a Frente Parlamentar pela Habitação e Reforma Urbana, na Alesp.
Participam também do evento o deputado estadual João Paulo Rillo, o músico ativista Tico Santa Cruz, Raimundo Bonfim, da Central de Movimentos Populares e Willian Souza, líder do movimento de moradia de Sumaré. Também foram convidados representantes do Governo estadual, prefeitos e vereadores de Sumaré e região.
O caso da reintegração de posse em área conhecida como Pinheirinho, em São José dos Campos, é emblemático pela violência com que as famílias, mulheres e crianças foram retiradas do local, em 2012. A deputada Márcia Lia acompanha o caso das famílias da Vila Soma desde outubro do ano passado, quando foi chamada pelo movimento de moradia de Sumaré para auxiliar na busca de uma solução.
Desde então, a deputada Márcia Lia cumpriu várias agendas sobre o assunto, com o chefe de Gabinete do governador Geraldo Alckmin, Edson Aparecido, com o presidente da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), Marcos Penido, e o assessor de Gabinete da Secretaria de Habitação, Paulo Alves. Segundo a deputada, há um processo em andamento na Caixa Econômica Federal, com apoio da Secretaria Estadual de Habitação. O terreno já está comprado e o projeto já quase em fase de finalização. As famílias encontram resistência do poder público municipal em encaminhar a construção de unidades habitacionais.
 Serviço:
Audiência Pública: Conflito Fundiário na Vila Soma – Sumaré
Dia: 09 de março de 2016
Horário: 14 horas
Local: Câmara Municipal de Sumaré
Travessa Primeiro Centenário, 32, Centro ??? Sumaré

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE