Defesa Civil de Sumaré monitora áreas de risco

A equipe da Defesa Civil Municipal de Sumaré segue monitorando as áreas de risco, devido às chuvas que estão ocorrendo nessa quarta (26). O volume de chuva registrado em Sumaré nas últimas 72 horas foi de 29,5mm. De acordo com a Defesa Civil Municipal, esse volume é considerado tranquilo e não há pontos de alagamento na cidade. O órgão trabalha 24 horas, supervisionando o Ribeirão Quilombo, cujo nível encontra-se normal, além dos pontos mais críticos da cidade. ???A prevenção é a melhor solução, portanto o ideal é adotar algumas medidas de segurança durante o período chuvoso e seguir as recomendações da nossa Defesa Civil???, explicou o prefeito Luiz Dalben.

Em casos de destelhamento, quando ocorrer ventos fortes, por exemplo, a orientação é permanecer dentro da residência e procurar abrigo (mesa ou cama), para evitar ser atingido por cacos e pedaços de telha.

Quando as chuvas forem acompanhadas de raios, é importante não usar telefone ligados em tomadas e não ficar próximo de canos, janelas e portas metálicas. A orientação do órgão é não utilizar equipamentos ligados à rede elétrica, principalmente tiverem sido molhados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito.

Durante as chuvas, é recomendável não entrar em piscinas ou lagos por conta do risco de raios e descargas elétricas. Em rios e cachoeiras, o problema é agravado pela possibilidade de tromba d???água. Como a tendência dos raios é percorrer o caminho mais curto entre o solo e a nuvem onde foi produzido, não é recomendado estar perto de árvores ou estruturas metálicas. No caso de inundações, se começar a entrar água dentro de casa, a orientação é desligar o disjuntor para evitar o risco de eletrocussão. O religamento da rede só deve ocorrer depois que ela for revisada, para que não haja colapso no sistema. Em caso de emergências ligar para 193 Bombeiros Municipais e a Defesa Civil Municipal pelo 199.

Outras recomendações:

* Não se arrisque em enchentes e enxurradas, pois elas podem esconder muitos perigos

* Não fique ou deixe crianças na enxurrada, pois correm o risco de ser arrastados ou se afogarem

* Se chover forte, aguarde estiar para sair de casa, pois a pressa pode colocar em risco e custar a vida

* Evite trafegar em áreas de inundação ou em ruas sujeitas a alagamentos

* Mantenha equipamentos elétricos distantes da água

* Não se abrigue ou estacione seu veículo debaixo de árvores

* Dirija com segurança e verifique se os faróis, lanternas e limpadores de para-brisa estão ligados

* Retire aparelhos elétricos da tomada, pois há risco de choque elétrico

* Se estiver em local aberto durante uma tempestade, procure abrigo e evite ficar em topos de morros e prédios

* Em caso de inundação, se estiver dentro do carro, saia pela janela ou suba no teto

* Em caso de rajadas de vento forte: não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas; e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda

* Caso perceba fendas ou rachaduras com surgimento de minas d???água dentro

* Não segurar objetos metálicos longos, como varas de pesca e tripés

* Não empinar pipas ou aeromodelos com fio

* Não andar a cavalo

* Não permanecer na água

* Evitar lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, como pequenas construções não protegidas (celeiros, tendas ou barracos) e veículos sem capota, como tratores, motocicletas ou bicicletas

* Não permanecer em áreas abertas, como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos

* Não permanecer no alto de morros ou no topo de prédios

* Não se aproximar de cercas de arame, varais metálicos, linhas elétricas aéreas e trilhos

* Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE