De ‘Cidade De Deus’ para o mundo do tráfico

Um dos jovens que interpretaram integrantes do bando de Zé Pequeno no filme Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles, o ex-ator Ivan da Silva Martins, de 34 anos, incorporou o papel de criminoso à vida real. Quinze anos após participar do sucesso da história da ascensão do tráfico na comunidade pobre da zona oeste, ele é um foragido da polícia. Tem cinco passagens criminais e deixou de ser conhecido como Ivanzinho, apelido que tinha na época das filmagens. Tornou-se Ivan, o Terrível, alcunha que consta de sua ficha policial.
A primeira anotação no prontuário de Martins foi um roubo de automóvel na Barra da Tijuca, na zona oeste, com arma de fogo. O crime foi cometido no mesmo mês em que o filme terminou de ser rodado, em agosto de 2001. Ele cumpriu pena pelo delito, mas foi preso novamente por roubar uma joalheria. Depois, foi fichado por “ameaça” e, pelo crime mais recente, formação de quadrilha ou bando, em 2014. Ainda está foragido por causa dessa acusação. Há ainda uma quinta acusação de roubo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE