Dario Saad arrisca e fica na prefeitura

GANHANDO MUSCULATURA?? frente da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Campinas, Dario Saadi observa o jogo político, esperando o cenário clarear, enquanto avança nas conversações com diversas agremiações. Seu horizonte é a chapa majoritária. ???Estou conversando com vários partidos e a candidatura é a prefeito!???, garante ele, que segue como titular da pasta. Vereador por 17 anos, entre 1995 a 2012, tendo sido presidente da Câmara Municipal de 2005 a 2006, esse médico urologista formado pela PUC-Campinas tem a seu favor a experiência acumulada e os diversos projetos implantados nos últimos tempos, à frente da pasta de Esportes e Lazer.
PROJETOSMesmo agora, com a pandemia do novo coronavírus, com os equipamentos públicos fechados, a Secretaria se reinventou: lançou uma série de vídeos, para que a população possa se exercitar em casa, durante a quarentena. ?? o programa ???Em casa, em movimento???, que traz vários vídeos de aulas de exercícios físicos, moderados, com duração entre 10 e 15 minutos, e são apresentados por professores da Secretaria de Esportes. Em 2019, houve um aumento de 17,89% no número de eventos esportivos realizados pela Secretaria ou em parceria com entidades, associações e clubes, passando de 494 em 2018 para 513 no ano passado.
CURTAS< A esperada desistência do megaempresário Carlos Wizard Martins, na corrida para o Palácio dos Jequitibás, coloca mais pressão sobre o deputado federal Carlos Sampaio.< Recentemente, ele foi novamente escolhido como líder da bancada do PSDB na Câmara dos Deputados, em uma sinalização clara que não pretendia entrar na disputa. Mas, agora, o jogo mudou. O plano B tucano é o também empresário João Galassi.<Fernando Mendes, do Republicanos, encaminhou um ofício ao prefeito Jonas Donizette solicitando um estudo para a possibilidade de abertura das óticas na cidade de Campinas.< A justificativa é que muitos dos profissionais que estão na linha de frente em combate ao coronavírus, como médicos e enfermeiros, necessitam fazer a acuidade visual. O vereador diz a medida foi motivada por diversos pedidos que recebeu nos últimos dias.< Já o vereador Luiz Rossini (PV) pede a suspensão temporária do pagamento das parcelas do Refis por conta da pandemia do coronavírus, relativas aos meses de março, abril, maio e junho, sem multas e juros, e sem prejuízo do acordo de refinanciamento da dívida, acertado no ano passado.
*jornalista e historiador, foi diretor de comunicação em Campinas e em outras 5 prefeituras nos estados de SP e MG.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE