Dalben decreta estado de calamidade

O prefeito Luiz Dalben assinou na manhã de hoje, dia 28, decreto que declara situação de emergência em Sumaré, devido à paralisação nacional dos caminhoneiros. De acordo com o documento, para garantir a continuidade dos serviços essenciais, a Guarda Municipal, em conjunto com a Polícia Militar, poderá escoltar os caminhões de combustíveis para postos de Sumaré, destinados ao reabastecimento de ambulâncias e veículos utilizados para serviços públicos, não somente para âmbito municipal, mas também para os departamentos e corporações estaduais, como Hospital Estadual de Sumaré, Polícia Militar, Polícia Civil, transporte de médicos, medicamentos e insumos. Ademais, a Prefeitura requisitou a destinação de um posto para receber combustível e abastecer exclusivamente veículos de uso público até que o reabatecimento esteja normalizado.
Além disso, foi decretado ponto facultativo na rede municipal de ensino nos dias 29 e 30 de maio, sujeito à compensação, se necessitar. A Administração Municipal havia feito planejamento de utilização de merenda, gás e transporte escolar para os próximos dias, porém, há grande falta de alunos e professores devido à dificuldade de locomoção. As aulas permanecem nas escolas estaduais, segundo a Diretoria Regional de Ensino.
Além da situação de emergência, o decreto ainda autoriza a participação de voluntários para reforçar as ações de resposta à situação atual, coordenadas pelas Secretarias de Governo e Segurança, além da realização de campanhas para garantir a prestação dos serviços essenciais, especialmente mediante a utilização de automóveis de empresas privadas e contratadas pela Prefeitura para transporte de pacientes, medicamentos, insumos e servidores das secretarias de Saúde e Segurança.
Na última quinta-feira, dia 24, o prefeito já havia assinado outro decreto que obriga os postos de abastecimento e serviços localizados no Município de Sumaré a reservarem quantia suficiente de combustíveis (diesel, gasolina, etanol) para o abastecimento emergencial dos veículos da frota municipal. Agora, os servidores das áreas de Saúde e Segurança passam a ter atendimento prioritário nesses postos, sendo permitido o abastecimento dos veículos particulares dos mesmos, mediante apresentação de autorização da Prefeitura e com pagamento por parte dos colaboradores. O objetivo é facilitar a locomoção e evitar faltas destes servidores, que prestam serviços essenciais à população.
Além disso, com o novo decreto, os estabelecimentos comerciais da cidade, como mercados, também estão obrigados a manter reserva técnica de produtos não perecíveis da cesta básica, sendo autorizados a impor restrições de quantia máxima de venda de tais produtos para cumprimento da determinação. No entanto, como a demanda também está baixa, não há indícios de crise e gravidade até o momento.
???Nossa grande preocupação é, principalmente, com a continuidade do atendimento da Saúde e o acesso da população à alimentação. Por respeito e compromisso com nossos moradores, estamos empenhando todos os esforços necessários para garantir o bom funcionamento dos serviços públicos em nossa cidade, evitando prejuízos aos nossos moradores, que já enfrentam dificuldades com o desabastecimento dos combustíveis???, explicou o prefeito Luiz Dalben.
Confira como estão os serviços públicos em Sumaré e a previsão para os próximos dias:
Coleta de lixo: garantida pelos próximos dias com a quantidade de combustível disponível até o momento.Saúde: As unidades de saúde permanecem em funcionamento, porém, as UBSs (Unidade Básicas de Saúde) poderão não funcionar, para priorizar o atendimento nos PAs (Pronto-Atedimentos). A coleta de exames laboratoriais segue suspensa, atendendo apenas casos de urgência e emergência. Hoje, as farmácias das unidades de saúde do Parque Bandeirantes e Dall???Orto tiveram as atividades suspensas devido à dificuldade de locomoção dos funcionários, mas a população não foi afetada.Transporte municipal: Segundo a concessionária Ouro Verde, o transporte opera hoje e amanhã com 30% da frota. Caminhões estão sendo escoltados pelo contingente de Segurança do Município para o reabastecimento do posto de combustível interno da empresa.Transporte intermunicipal (EMTU): Segundo a EMTU, na Região Metropolitana de Campinas estão circulando nesta segunda-feira 74% dos 500 ônibus que atendem a 150 linhas em toda a região. Não foi dada previsão para os próximos dias.Segurança: A Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros Municipal e Defesa Civil seguem trabalhando normalmente.Serviços urbanos: As operações tapa-buracos estão interrompidas, uma vez que a empresa fornecedora de massa asfáltica suspendeu a entrega do material na semana passada. Serviços de limpeza e manutenção de ruas e praças seguem sendo realizados em toda a cidade.Inclusão Social: Seguem suspensas as atividades dos Grupos da Melhor Idade e demais cursos oferecidos pela Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social. Os CRASs (Centros de Referência em Assistência Social), CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) e Conselho Tutelar funcionam normalmente.EntidadesPestalozzi: não está atendendo por falta de funcionários. Apenas Residência Inclusiva com dois internos e aguardando a chegada de outro. Centro Dia não está funcionando, devido à dificuldade de transporte das crianças.
APAE: tem funcionários nesta segunda-feira, porém poucas crianças devido à dificuldade de transporte.
SCFVs (Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos)
– Em funcionamento nesta segunda-feira:
SCFV Picerno (SHD)
SCFV Horto (Centro Educacional Rebouças)
SCFV Alvorada (Centro Educacional Rebouças)
SCFV Parque Regina (Instituto Saber)
SCFV Matão (Instituto Saber)
SCFV São Domingos (IBQ)
– Atendimento suspenso:
SCFV Área Cura (Nisfram)
SCFV São Judas (Sociedade Beneficente São Judas Tadeu)
SCFVs Manchester (Associação Recanto Tia Cecília)
SCFV CAIC (Associação Recanto Tia Cecília)
SCFV Salerno (Associação Recanto Tia Cecília)
SCFV ??ngelo Tomazin (Associação Recanto Tia Cecília)
SCFV Trevo (SHD)
SCFV Nova Veneza (SHD)
SCFV Cruzeiro (Centro Educacional Rebouças)
Projeto Guri: Atividades suspensas até que o abastecimento de combustíveis esteja normalizado.Funerárias: estarão normalizadas de um a cinco dias.PROCON: Segue a fiscalização e orientação dos estabelecimentos comerciais. Hoje, as equipes trabalham nos supermercados da cidade. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE