Cuidados com cartão de crédito no carnaval

Quem planeja uma viagem no feriado, muitas vezes recorre ao comércio eletrônico para a compra de passagens, abadás ou ingressos para desfiles. Heitor Garcia, especialista em prevenção a fraudes e monitoramento empresarial no Pagar.me, alerta os consumidores sobre uma série de pequenos cuidados que podem garantir a alegria e evitar sérios problemas neste carnaval.

Pensando em passagens, um dos primeiros conselhos do especialista é checar se o site é realmente da empresa que anuncia ser, além de evitar a compra de terceiros. Para saber se aquela página da web é segura, a dica é olhar no rodapé e verificar se há uma indicação de ???blindagem???. Mas não basta a informação escrita: clique no link para saber se realmente será direcionado a um site de verificação, já que sites fantasmas podem inserir frases ou marcas para parecerem reais.
???Ao contrário do que muitos acreditam, outra medida interessante é preferir o pagamento com cartão, ao boleto???, aconselha Heitor Garcia, ???No caso de fraude, é possível contestar a transação, o que não acontece com pagamentos por boleto???.
Produtos e serviços de marcas famosas costumam ser um chamariz aos fraudadores. Para saber se o que está comprando é realmente o que se anuncia, veja se o site é oficial da marca e, em uma busca na internet, não clique na primeira resposta. Veja qual o site oficial para checar a veracidade da oferta.    
Na hora da folia, é bom lembrar de estar sempre atento a seus pertences, mas, como é carnaval e o momento é de descontração, tome cuidados antes de sair! Deixe anotados em casa ou no hotel, em local seguro, protegidos dos olhares de terceiros, o número do seu cartão de crédito e o telefone do banco, para facilitar o cancelamento, se necessário. Lembre que anotar no telefone pode não ajudar, já que muitas vezes o furto ou roubo do cartão também inclui o do celular!
Não entregue seu cartão ao comerciante e garanta que ele não veja sua senha. ???As fraudes envolvendo falsas máquinas de cartão estão cada vez mais raras???, comenta o especialista, ???mas, caso sinta-se inseguro, troque a forma de pagamento, ou peça uma nova máquina de cartão. Em último caso, evite a compra e siga para um próximo fornecedor???.  
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE