Crise do corona. PagueMenos vai doar R$ 2 milhões

A Rede de Supermercados anunciou que fará uma doação de R$ 2 milhões em cestas básicas por meio do Instituto Pague Menos. A ação distribuirá aproximadamente 50 mil cestas básicas para o fundo social e instituições das cidades onde atuam, tem o objetivo de auxiliar a população que precisa e tem enfrentado muitas dificuldades, tanto econômicas quanto de saúde, neste momento de crise.
O presidente da companhia, Jefferson George, afirmou que “além de apoiar a comunidade, colaboradores e fornecedores, esta iniciativa visa estimular outros empresários a aderirem ao movimento. As empresas têm a função social de entender o momento complicado pelo qual o mundo está passando e contribuir para que esta situação tenha seus efeitos minimizados”.
Além dessa iniciativa, a companhia normalmente já realiza outras ações com doações mensais de produtos para projetos sociais. “São dezenas de solicitações diárias, que o Instituto Pague Menos analisa com muito cuidado, pois reconhecemos a importância destas doações para a comunidade”, conta Jefferson. A companhia também atende à solicitação de alguns grupos de voluntários, oferecendo um desconto considerável em cestas básicas, que são compradas por pessoas interessadas em ajudar entidades carentes.

Com 30 anos de existência, a Rede de Supermercados Pague Menos sempre manteve ações sociais com doação de alimentos e, algumas vezes, com repasses financeiros. ?? comum os pedidos chegarem por meio de igrejas, entidades, grupos de voluntários e até mesmo pelas prefeituras das cidades. Há pouco mais de um ano, essa responsabilidade passou para o Instituto Pague Menos, que cuida do processo e ainda contribui com importantes instituições, como Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), AAANO (Associação dos Amigos dos Animais de Nova Odessa), NISFRAM, Colorado Esporte Clube, Sopão Jardim Brasil, entre muitos outros. Desde 2017, a empresa entrega um Relatório Socioambiental, que é uma compilação dos investimentos anuais.
Para proteger os colaboradores e clientes durante a pandemia de Covid-19, a Rede de Supermercados Pague Menos constituiu um Comitê de Prevenção, em março, e desde então adotou medidas de segurança e combate. Entre elas, estão: o afastamento de colaboradores que pertencem ao grupo de risco; operação para liberação da maior parte dos colaboradores administrativos para jornada em esquema de home office; abertura em horário exclusivo para atendimento de pessoas com mais de 60 anos; limitação de clientes nas lojas; distanciamento entre clientes nas filas; higienização de carrinhos e cestinhos de compras; aplicação de álcool em gel nas mãos do clientes; fixação de placas de acrílico que servem como barreira entre cliente e operador de caixa; venda de álcool em gel a preço de custo; aferição de temperatura corporal de clientes e colaboradores; e reforço nas mensagens-chaves para os canais de comunicação internos da empresa, como a TV Pague Menos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE