Cresce a atratividade das fontes limpas de energia

A FDR Energia, empresa de geração e comercialização de eletricidade, acaba de concluir o Índice Nacional de Atratividade do Mercado Livre para Fontes Limpas de Energia do mês de abril. O valor médio do Índice FDR Energia para todo o Brasil ficou em “0,535” no mês, índice maior do que o registrado em março com “0,514”.
O mapa dos estados destaca algumas mudanças no ranking de competitividade. O Rio de Janeiro, por exemplo, subiu da 6º posição em março para a 5º em abril. Já o estado de São Paulo caiu três posições, da 15º para a 18º este mês. Tocantins com a nota “0,624”, Pará com “0,614”e Espírito Santo com “0,602”, continuam na liderança. 
O índice, tal qual o modelo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), elaborado pela Organizações das Nações Unidas (ONU), é calculado em um intervalo de “0,000” (para a menor atratividade) e “1,000” para a maior atratividade. Pode-se considerar que valores no índice abaixo de 0,4 como inviáveis financeiramente para migração para o ACL. Entre 0,4 e 0,6, com viabilidade moderada. Entre 0,6 e 0,8, boa viabilidade. Acima de 0,8, com alta viabilidade.
Sobre a FDR EnergiaA FDR Energia foi estabelecida em 2017 por meio da reunião de experientes profissionais do mercado. Com R$ 500 milhões de faturamento e 400 MW médios comercializados por mês, atua nas áreas de comercialização de energia e estruturação de ativos. A empresa conta também com projetos de centrais geradoras com 58 MW de capacidade e 100 clientes supridos. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE