CPFL investe R$ 7,2 mi em Nova Odessa

O prefeito de Nova Odessa, Bill Vieira de Souza (PSDB), acompanhou nesta semana a entrega das obras de expansão da subestação da CPFL Paulista instalada na cidade. A companhia investiu R$ 7,2 milhões no espaço, ampliando em 80% sua capacidade. O investimento permitirá melhor distribuição da carga de energia na região, tornando o sistema mais flexível para a operação. Isso resulta em maior qualidade e na continuidade do fornecimento de energia.

Com a nova configuração, a rede elétrica de Nova Odessa fica preparada para suportar um crescimento de demanda por energia na ordem de 2,5% ao ano no local, o que é suficiente para receber o crescimento da região nos próximos dez anos. A expansão da subestação vai beneficiar diretamente 19 mil clientes do município.
“Esta é uma importante obra para Nova Odessa, afinal, além de melhoria nos serviços que os moradores recebem em suas casas, os investimentos também dão tranquilidade aos nossos empresários, que sabem que terão a infraestrutura necessária para desenvolver suas atividades”, disse o prefeito Bill.
“O investimento nesta ampliação comprova o nosso compromisso em apoiar o desenvolvimento da economia de Nova Odessa e reforça a missão da empresa de prover soluções energéticas sustentáveis, com excelência e competitividade, atuando junto com a comunidade”, afirmou o presidente da CPFL Paulista, Carlos Zamboni Neto.
O vereador Adriano Lucas Alves também destacou a importância dos investimentos feitos. “Tenho acompanhado a situação da CPFL com muita atenção. Enquanto vereador, recebi várias cobranças da população em relação à qualidade dos serviços. No período em que fui secretário de Desenvolvimento Econômico também pude acompanhar a preocupação e o sentimento de incredulidade dos empresários em relação à infraestrutura energética oferecida na cidade. Tenho certeza que este aporte que Nova Odessa recebeu certamente trarão inúmeros benefícios para a cidade”, disse. “As articulações feitas, com o Bill como parceiro foram de extrema importância para este momento”, continuou.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE