CPFL aposta em energia solar no hospital SOBRAPAR

Contribuindo para a expansão da geração solar fotovoltaica, a CPFL Paulista investiu R$ 129 mil na compra e instalação de 60 painéis solares no Hospital SOBRAPAR ??? Crânio e Face, em Campinas. 
Patrocinado pelo Programa de Eficiência Energética (PEE) da CPFL Paulista, o projeto de geração solar fotovoltaica do SOBRAPAR contempla um sistema de painéis solares com uma capacidade instalada de 15 kWp, gerando em torno de 22 MWh/ano. Isso é suficiente para abastecer por um ano nove residências com consumo mensal de 200 KWh. 
Nos cálculos da companhia, a iniciativa reduzirá em aproximadamente 15% a conta de luz do hospital.
A geração proporcionada pelos 60 painéis solares também contribuirá para evitar a emissão de 27,5 toneladas de gás carbônico (CO2), um dos principais agentes causadores das mudanças do clima. 
Para efeito de comparação, essa quantidade de CO2 representa o mesmo que o plantio de 165 novas árvores.
???Ao patrocinar projetos como o do SOBRAPAR, contribuímos para o desenvolvimento das fontes renováveis de energia e para a expansão da geração distribuída solar do País, que tem grande potencial de expansão na área de concessão da CPFL Paulista???, diz o Gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Luiz Carlos Lopes Júnior. 
Para a presidente do hospital, Vera Lúcia Raposo do Amaral, a parceria com a CPFL Paulista contribui para o desenvolvimento das atividades da instituição. ???Um projeto como este, além de colaborar com o meio ambiente e promover a conscientização de nossos profissionais sobre o uso racional dos recursos energéticos, traz uma importante contribuição ao reduzir os gastos do hospital com a conta de energia???, afirma. 
Além dos investimentos do PEE, o Grupo CPFL Energia vem desenvolvendo iniciativas paralelas para fomentar a geração distribuída solar. Por meio do projeto de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) Telhados Solares, o Grupo está promovendo a instalação de painéis solares em 230 consumidores na região de Barão Geraldo, em Campinas, ao custo de R$ 14,8 milhões. 
Além disso, por meio da controlada CPFL Eficiência, o Grupo também desenvolve projetos de geração solar para indústrias e comércios.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE