Cozinheiras das escolas municipais passam por formação

Cerca de 200 cozinheiras que preparam a alimentação escolar de mais de 15 mil alunos em Santa Bárbara d’Oeste passam por formação na Secretaria de Educação nesta semana. Os encontros iniciaram na segunda-feira (18) e tem o objetivo de qualificar para o preparo, armazenamento e recebimento das refeições e lanches dos alunos, em conformidade com o planejamento do Setor de Alimentação Escolar. Neste ano, a Prefeitura investiu ainda mais na alimentação saudável, reduzindo o açúcar, processados e promovendo novos hábitos.

A capacitação está sendo realizada pelo Sesi e traz orientações sobre as alterações de cardápio, dietas especiais, utilização de técnicas de preparo do mesmo alimento, pesagem e controle de temperatura no recebimento, descongelamento, substituições, porções por pessoa, higienização de mãos, uniformes, asseio, contaminação cruzada, entre outros assuntos.

As formações seguem até sexta-feira (22). A equipe técnica da Alimentação Escolar, coordenadores e apoios pedagógicos também passaram pelo treinamento. Os diretores das unidades escolares recebem a formação nesta semana..

Mais qualidade e saúde

O ano letivo iniciou com novidades na merenda. Os formulados, chocolate em pó, enriquecedor de morango, canjica, entre outros, têm menos açúcar na composição. Os processados e embutidos também foram reduzidos no cardápio planejado e elaborado por nutricionistas. O oferecimento de alimentos cada vez mais saudáveis é uma realidade que começou a ser introduzida gradativamente nos últimos anos nas refeições dos alunos. Todas as mudanças passam por testes de aceitabilidade nas escolas e são acompanhadas por estagiárias de nutrição, que reforçam a equip de trabalho, acompanhando de perto os estudantes.

O objetivo da Secretaria de Educação é promover e incentivar hábitos alimentares saudáveis com o auxílio de palestras e ações educativas que promovem o consumo consciente dos alimentos, evitando o desperdício e preservando o meio ambiente.

A alimentação oferecida nas escolas é rica em frutas, os sucos adquiridos são 100% integrais e sem açúcar. Legumes, verduras, iogurte e banana são orgânicos e mais de 30% dos alimentos são adquiridos de agricultura familiar. E mais alimentos integrais são servidos, aumentando a ingestão de fibras. O cardápio é adequado a cada idade, atendendo do berçário à EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE