Covid: Nova Odessa confirma mais 4 mortes e chega a 92

A Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa, confirmou na sexta-feira (19) o registro de mais quatro mortes de moradores da cidade em decorrência de complicações ocasionadas pela Covid-19. Desde março do ano passado, quando começou a pandemia do novo coronavírus, o município já contabilizou 92 óbitos causados pela doença que ele causa.

De acordo com informações da Vigilância Epidemiológica do município, a primeira das novas vítimas fatais do vírus foi uma idosa de 74 anos moradora do Jardim Triunfo. Ela estava internada em um hospital de Santa Bárbara d’Oeste e faleceu no último dia 26 de fevereiro. Ela sofria de diabetes, uma comorbidade que é considerada um fator de risco para casos mais graves de Covid-19, e câncer.

Já a 90ª vítima da Covid-19 em Nova Odessa foi uma idosa de 68 anos moradora do Jardim Capuava. Ela estava internada na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada e faleceu no último dia 15 de março. Ela sofria de cardiopatia e DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica), também fatores considerados de risco para o novo coronavírus.

A 91ª vítima fatal do novo vírus foi uma mulher de 46 anos, moradora do Jardim Monte das Oliveiras. Ela também estava internada na UR e faleceu no mesmo dia 15 de março, e sofria de diabetes. Entre as quatro mortes registradas pela Secretaria da Saúde, estava também um idoso de 69 anos, morador da Vila Letônia. Ele, que era obeso, estava internado na UR do Alvorada e não resistiu às complicações da Covid-19, vindo a falecer no dia 16 de março.

Foram 32 as mortes de novaodessenses informadas pelos órgãos de Vigilância em Saúde neste ano, embora apenas 20 moradores da cidade tenham morrido da doença efetivamente em 2021 – os demais são casos do ano passado, que foram internados e testados em hospitais particulares ou de referência, e que só recentemente entraram na estatística por limitações das cidades onde estas pessoas morreram.

Novos casos

Em relação às últimas 24 horas, a Vigilância Epidemiológica registrou 19 novos casos positivos da doença, elevando para 2.824 o número de infectados pela Covid-19 desde o início da pandemia, há exato um ano. Nova Odessa registrou também 17 novas pessoas curadas, indo a um total de 2.456 pacientes livres da doença.

O boletim epidemiológico aponta ainda um total de 8.632 notificações (a maioria negativada), além de 514 pacientes em isolamento domiciliar e 36 internados, sendo 18 em UTIs fora da cidade e 18 na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada, que permanece atendendo normalmente aos pacientes sintomáticos. Do boletim diário, constam ainda 629 casos em investigação (incluindo 5 óbitos) e 3.979 resultados negativos.

Como a pandemia de Covid-19 segue avançando em todo o país, a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa destaca sempre a importância do uso contínuo de máscaras por todos, da higienização constante das mãos com água e sabão ou o uso do álcool em gel a 70% e de se manter o distanciamento social, como formas de combater a disseminação do novo coronavírus.

Desde a semana passada, a equipe da Saúde Municipal tira dúvidas da população novaodessense sobre a Covid-19 através do “Disque Covid”, que pode ser acessado pela plataforma WhatsApp pelo número (19) 99747-6502. O canal no aplicativo ficou à disposição da comunidade novaodessense na última semana, e responde sempre em horário comercial e nos dias úteis.

O teleatendimento pode ser utilizado, ainda, para se obter informações da realização do pré-cadastros dos grupos prioritários para o recebimento das vacinas contra a Covid-19 – ou seja, por idosos com 60 anos ou mais e profissionais das diversas áreas da Saúde que atuam em estabelecimentos privados ou que são autônomos, além de esclarecimentos de eventuais dúvidas e de apresentação de possíveis sugestões à equipe da Secretaria.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE