Edit

Covid-19. Prefeitura de Sumaré ‘de olho’ nos comerciantes

A Prefeitura de Sumaré, por meio da Guarda Municipal, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e Setor de Fiscalização, iniciou na manhã dessa sexta-feira (19) uma força-tarefa com o objetivo de orientar os proprietários de estabelecimentos comerciais sobre o cumprimento das medidas de reabertura gradual do comércio na cidade. A medida foi tomada devido ao aumento dos casos de Covid-19 em toda a região.

“É imprescindível que os comerciantes tenham consciência dessas regras e sigam as normas sanitárias e de proteção previstas nos decretos Estadual e Municipal para que possamos combater a disseminação do novo coronavírus, barrando o aumento de casos em Sumaré e em toda a nossa região, e para que não seja necessário fechar o comércio novamente. A toda a população fica o nosso apelo para que saia de casa somente em extrema necessidade. Flexibilização não é um convite para passeios, festas, reuniões…nesse momento tão delicado que estamos vivendo, precisamos mais do que nunca da união de todos para que possamos vencer essa batalha”, enfatizou o prefeito Luiz Dalben.

As equipes começaram o trabalho de orientação pela área comercial do centro da cidade, nas avenidas Sete de Setembro e Ivo Trevisan, além do “shopping popular”. No período da tarde, a ação aconteceu junto aos comerciantes das outras regiões da cidade. Uma série de visitas será realizada ao longo do mês, inclusive em bares e lanchonetes que funcionam à noite, com o apoio da Polícia Militar.

Seguindo a determinação do Governo do Estado (Decreto 64.994), a abertura gradual do comércio em Sumaré teve início em 1º de junho, com a retomada das atividades em imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio varejista e shopping center, autorizada pelo Decreto Municipal nº 10.815, que também prevê as restrições:

·         Capacidade limitada de 20%;

·         Horário reduzido de 4 horas de funcionamento: das 10 às 14 horas (para o shopping, o horário é das 16 às 20 horas);

·         Manter a higienização do ambiente e disponibiizar álcool em gel para os usuários;

·         Liberar a entrada de consumidores que estiverem de máscara e respeitando a distância mínima;

·         Manter o distanciamento de dois metros entre clientes e funcionários;

·         No shopping, manter a praça de alimentação fechada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE