Edit

Covid-19. Casa de repouso com infectados passa por quarentena

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa informou nesta quarta-feira (27) que nenhum novo caso de coronavírus foi registrado na casa de repouso onde duas pessoas foram infectadas, entre elas um residente de 76 anos que faleceu no último dia 4. A outra contaminada, uma funcionária de 37 anos, está curada e já retornou ao trabalho. O estabelecimento cumpria quarentena desde o dia 12 e recebia monitoramento diário de profissionais da secretaria.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, apesar do fim da quarentena, a casa de repouso deverá continuar seguindo regras rígidas de prevenção, como higienização redobrada de tudo que entra e sai do estabelecimento, inclusive funcionários, alimentos demais produtos, limpeza permanente de todos os ambientes, distanciamento dos idosos do público externo, além da proibição das visitas. As medidas valem para as seis casas do gênero licenciadas pela Vigilância Sanitária do município.

 

No dia 12, a Vigilância Epidemiológica aplicou testes rápidos nas seis moradoras e nas sete pessoas que trabalham na casa. Uma funcionária, que reside na Vila Azenha, testou positivo para Covid-19 e entrou em isolamento domiciliar. Os outros 12 resultados foram negativos. Os exames foram realizados por um laboratório contratado pela Prefeitura.


O idoso que residia na casa morreu no início da noite do dia 4, na Unidade Respiratória da cidade. Segundo a secretaria, ele tinha histórico de obesidade e chegou ao local com quadro respiratório grave. Ele precisou ser entubado, mas não resistiu e sofreu parada cardiorrespiratória. Na casa de repouso, ele vivia em um cômodo isolado. Em outra parte do estabelecimento, moram as outras seis mulheres assistidas.

BALANÇO. Nova Odessa tem 36 casos confirmados de coronavírus, entre eles duas mortes. Doze deles foram confirmados entre domingo (24) e terça-feira (26). O município contabiliza 13 pacientes curados, 37 casos negativados, 16 em investigação, incluindo duas mortes, e 88 pacientes com gripe em acompanhamento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE