Cosan faz relatório e quer apostar em sustentabilidade

A Cosan, um dos maiores grupos empresariais do Brasil, divulgou o Relatório de Sustentabilidade 2019, no qual tornou público seus 10 compromissos com o desenvolvimento sustentável – alinhados com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU). As metas reforçam o comprometimento do Grupo com o futuro do país, com oferta de energia mais limpa e com logística eficiente e confiável.

A companhia atualmente controla diversas empresas líderes em seus respectivos setores: a Rumo, maior operadora logística com base ferroviária independente no Brasil; a Comgás, maior distribuidora de gás natural do País; a Moove, líder em lubrificantes de alta performance; e a Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, uma empresa integrada de energia, referência na produção de açúcar, etanol e bioenergia, e uma das maiores no setor de distribuição e comercialização de combustíveis do país.

“Estamos entusiasmados em compartilhar nossas iniciativas. Sustentabilidade é parte intrínseca dos nossos valores e fator importante no processo de tomada de decisões de longo prazo do Grupo”, afirma Paula Kovarsky, head de Relações com Investidores e do escritório de Nova York da Cosan.

Dentre os compromissos, destaque para os relacionados com a gestão de mudanças climáticas: redução de 15% nas emissões por toneladas por quilômetro útil (TKU) na Rumo até 2025 e redução de 10% na pegada de carbono do etanol produzido pela Raízen até 2030. “Temos consciência da importância do nosso portfólio na transição para uma economia de baixo carbono”, afirma a executiva.

Na Raízen, a meta deverá ser obtida por meio da melhor gestão do uso de fertilizantes e diesel no processo produtivo – reduzindo a pegada do etanol de cana-de-açúcar, combustível que já emite 90% menos carbono que a gasolina e 30% menos que o do etanol de milho. Já na Rumo, a redução se dará principalmente em razão da eficiência operacional, com a tecnologia como aliada para menor consumo de combustível nos trens. Além disso, os investimentos da companhia e consequente ampliação da capacidade do transporte ferroviário favorecem a redução de emissões de carbono, por evitar a circulação de centenas de caminhões nas estradas.

Segundo Kovarsky, o real impacto do portfólio vai além.  “Estamos falando da capacidade de mobilizar e multiplicar o impacto desses compromissos por meio dos mais de 7 mil postos de combustível da Raízen, dos mais de 2 milhões de clientes da Comgás, da presença da Moove em 13 países e dos 14 mil km de ferrovias da Rumo cruzando o país – um portfólio gerido por um time engajado e comprometido”, complementa.

Contribuir para o desenvolvimento sustentável do Brasil, começando pelas localidades no entorno das operações da empresa, promover e estimular a eficiência energética, zelar pela segurança dos funcionários e promover a diversidade de gênero em processos seletivos e sucessórios na empresa também estão entre os compromissos da Cosan.

“São metas que pretendemos alcançar por meio de ações concretas e estruturadas em todas as empresas do nosso portfólio até 2030. Na realidade, a maioria destes objetivos já são inerentes à nossa cultura e à maneira como trabalhamos na empresa, ou alinhados com nossos planos, onde queremos chegar”, finaliza a executiva.

O Relatório de Sustentabilidade 2019 do Grupo Cosan está disponível para download no link: https://www.cosan.com.br/sobre-a-cosan/sustentabilidade/.

Sobre a Cosan

Um dos maiores grupos empresariais do Brasil, a Cosan investe em energia e logística, segmentos estratégicos e essenciais para o desenvolvimento do País. Atualmente seu portfólio reúne grandes empresas líderes em seus respectivos setores:  Raízen, empresa integrada de energia, referência na produção de açúcar, etanol e bioenergia, e uma das maiores no setor de distribuição e comercialização de combustíveis do País; Compass Gás e Energia, empresa recém criada para oferecer soluções integradas de gás natural e energia elétrica no Brasil, oferecendo ao sistema elétrico brasileiro a segurança necessária para continuar aumentando a participação de fontes renováveis na matriz de geração de energia – e que já conta com a Comgás, maior distribuidora de gás natural do país; Moove, líder na fabricação de lubrificantes de alta performance; e a Rumo, maior operador logístico com base ferroviária independente da América Latina.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE