Coréia faz teste com mísseis na costa do Japão

(Reuters) – A Coreia do Norte lançou um míssil balístico nesta quarta-feira que atingiu pela primeira vez áreas dentro ou próximas a águas controladas pelo Japão, no mais recente ato em uma série de lançamentos do país, em ato de desafio às resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas.
O míssil atingiu a zona de exclusão econômica do Japão, disse uma autoridade da Defesa do Japão, aumentando tensões regionais já altas após uma série de lançamentos de mísseis neste ano e a decisão dos Estados Unidos de implementar um sofisticado sistema antimísseis na Coreia do Sul.
O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, descreveu o lançamento como uma “grave ameaça” ao Japão e disse que Tóquio “protestou fortemente”. O Japão também informou que suas forças de defesa irão permanecer em alerta em caso de novos lançamentos.
O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano criticou o lançamento e disse que ele “só aumenta a determinação da comunidade internacional para se contrapor” às ações norte-coreanas.
O Comando Estratégico dos EUA disse ter detectado dois mísseis, um dos quais afirma ter explodido imediatamente depois de ser lançado.
O míssil que caiu no Mar do Japão foi disparado perto das 7h50 (do horário de Seul) de uma região da província de Hwanghae do Sul, a sudoeste da capital da Coreia do Norte, Pyongyang, informou o Escritório do Estado-Maior Conjunto sul-coreano em um comunicado.
O lançamento mostrou a ambição norte-coreana de “atacar direta e amplamente países vizinhos e visar vários locais da República da Coreia, como portos e campos aéreos”, disse a autoridade sul-coreana, usando o título oficial de seu país.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE