Como carregar o celular de modo mais rápido

Você coloca o celular para carregar e não tem paciência para obter o carregamento completo? Ou, então, ele demora muito para carregar? Os fundadores da i2GO, Marcelo Castro e Daniel Doho, dão dicas de qual é o jeito mais rápido de se carregar um celular.
Segundo Marcelo, vários fatores estão relacionados com a eficiência dos carregamentos, entre eles estão: espessura e qualidade do cabo, potência do carregador, tipo de smartphone ligado a capacidade de carregamento.
Para exemplificar melhor:
A fórmula para um carregamento/potência é a Potência (P) = Corrente/Amps (I) x Voltagem (V). Normalmente, um cabo transfere 1 amps até 2,4 amps.  Assim, o carregador do celular faz grande diferença.
Marcelo explica que, “a saída USB do carro transfere apenas 0,5 amps e 5 volts. Com isso ele transfere 2,5 Watts (0,5 amps x 5V = 2,5W)”. Um valor baixo considerando que o “turbo charge” executado por uma tomada de qualidade da i2GO carrega o aparelho com 2,4 amps, por isso, ela transfere 12W para o smartphone.
Enquanto o cabo + carregador original do celular consegue atingir 5 watts, um carregador de parede pirata alcança 2,5 watts. Por isso, Daniel ressalta a importância de produtos de qualidade e garantia. “Muitas vezes, as pessoas procuram um produto pirateado com o mesmo benefício de um produto de qualidade, mas as desvantagens são inúmeras. ?? muito importante se atentar a garantia, o que a i2GO oferece de 3 anos”.
Se a escolha for por um carregamento por meio do cabo USB conectado no PC, o número também fica reduzido, 2,5 watts. Já um carregador rápido original, o chamado fast charger, completa 10 watts. O Turbo Charge, que é exemplificado por uma tomada de qualidade, como a da i2GO PRO, transfere 12 watts para o smartphone.
Marcelo afirma que, algumas tomadas possuem mais de uma saída USB e dentro delas um chip conhecido por Smart IC, que controla a voltagem que irá para cada cabo. Por isso, esse chip “entende” qual aparelho precisa de mais carga, ele consegue saber se precisa enviar 1 amp para um lado ou 2,4 para o outro. “No catálogo da i2GO temos uma tomada com 4 USBs, onde o Smart IC controla quem deve receber mais potência”.
Ao falarmos de carregador wireless, a potência varia entre 5 e 10 watts, assim como o cabo + carregador por indução (sem fio). Por wireless, os novos aparelhos android, por exemplo, conseguem 10 watts, enquanto o iPhone 8, essa medida cai pela metade.
Por fim, Marcelo novamente enfatiza sobre a importância de produtos originais e com garantia. E que, “se o smartphone estiver consumindo bateria, o tempo de carga vai ser mais longo.  Então sugerimos manter no modo avião.  Se o Bluetooth, GPS, Wi-Fi e 4G estiverem ligados, o tempo de carga pode ser de até 20% mais demorado”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE