Com quase 300 mortos, Americana tem 3 respiradores ‘no conserto’

Com quase 300 mortos por toda a pandemia do novo coronavírus (290), Americana tem 3 respiradores ‘no conserto’ devido ao excesso de uso. A Prefeitura de Americana, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou nesta quinta-feira (4) que foi registrado mais um óbito por Covid-19, sendo um homem (57), morador do bairro Jardim São Paulo, portador de doença cardiovascular crônica, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 25 de fevereiro.

 

Novos positivos

 

Em decorrência de atualização no sistema E-SUS, a Vigilância Epidemiológica informou que somente foi possível a estratificação de dois casos positivos, sendo de um paciente internado e de outro que foi a óbito. Tanto os exames de PCR quanto de teste rápido não puderam ser contabilizados, pois o sistema não permitiu a visualização das informações, devido à atualização.

 

Novos suspeitos

 

O boletim ainda trouxe 12 novos casos suspeitos, todos de pacientes que se encontram internados.

 

Quadro geral

 

O quadro geral da Covid-19 em Americana é o seguinte: 11.398 casos positivos, sendo 16 internados, 290 óbitos, 243 em isolamento domiciliar, 10.849 recuperados e 60 casos suspeitos aguardando resultados de exames, todos de pacientes internados. Além disso, o município contabiliza agora 18.943 casos que eram considerados suspeitos, mas que já foram descartados pelo resultado de exame negativo.

 

Ocupação de leitos

 

Nesta quinta-feira (4), a taxa geral de ocupação de leitos para Covid-19 no município é de 75% de leitos com respiradores (de 55 no total, 41 estão ocupados) e de 64% de leitos sem respiradores (de 66 no total, 42 estão ocupados). No Hospital Municipal houve redução de três leitos de UTI, cujos respiradores estão em manutenção.

 

No Hospital Municipal a taxa de ocupação é a seguinte: 100% com respiradores (de 14 no total, 14 ocupados) e 78% sem respiradores (de 18 no total, 14 ocupados). No Hospital São Lucas, a taxa de ocupação de leitos é de 80% com respiradores (de 10 no total, 8 ocupados) e 53% sem respiradores (de 17 no total, 9 ocupados); no Hospital São Francisco a taxa é de 27% de leitos com respiradores (de 15 no total, 4 ocupados) e de 39% sem respiradores (de 18 no total, 7 ocupados) e no Hospital Unimed a taxa é de 100% de leitos com respiradores (de 15 no total, 15 ocupados) e de 92% de leitos sem respiradores (de 13 no total, 12 ocupados).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE