Com mais 23, Nova Odessa vai a 2.039 infectados da Covid

A Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, informou na segunda-feira (18/01) que, nas últimas 24 horas, 23 novos casos positivos de Covid-19 em moradores da cidade tiveram diagnóstico confirmado. Com isso, o número total de positivos subiu para 2.039 na cidade desde o início da pandemia, em março de 2020.

 

Até o momento, foram contabilizadas oficialmente 6.175 notificações em Nova Odessa, das quais 2.648 já tiveram resultados negativos para o novo vírus. Dos 2.039 casos positivos, 1.730 pacientes já se encontram curados, 31 pessoas seguem internadas – sendo 19 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de referência e 12 na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada.

 

Foram registradas, até o momento, 68 mortes por Covid-19, e outras cinco seguem em investigação pela Vigilância Epidemiológica. A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Odessa destaca a importância do uso contínuo de máscaras, da higienização constante das mãos com água e sabão ou o uso do álcool em gel a 70% e do distanciamento social, como formas de combater a disseminação do novo coronavírus.

 

AÇÕES

 

Dentro dos próximos dias, a UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada ganhará mais quatro leitos para atender casos de urgência. A ação atende a uma das primeiras determinações do prefeito Cláudio José Schooder, Leitinho (PSD). Com os novos leitos, o número de vagas para casos de urgência será multiplicado por três, chegando a seis no total. Esta ampliação não traz gastos à Municipalidade, pois está sendo realizada com equipes próprias e materiais dos estoques da Prefeitura.

O local já recebe a reforma para a adaptação de duas salas maiores que eram utilizadas para atividades na UR. “Antes, eram apenas seis leitos na internação da UR, sendo dois na urgência e quatro de observação, na parte interna. Com esta ampliação, serão criados mais quatro leitos de urgência, chegando a seis, além de uma melhor estrutura de atendimento. Estamos ganhando um suporte maior nos casos graves”, comentou o prefeito Leitinho, que vistoriou na semana passada as dependências da Unidade Respiratória.

Segundo a Secretaria de Saúde, a demanda de pacientes na UR tem aumentado consideravelmente nas últimas semanas. No dia 1º de janeiro, por exemplo, foram realizados 35 atendimentos, e quatro pacientes tiveram de ser internados. No dia 03/01, foram 57 atendimentos, com cinco internados. “A partir do dia 04/01, a demanda começou a subir e não caiu mais. Na última terça-feira, dia 12/01, chegamos a 117 atendimentos, 12 internos e dois pacientes entubados”, explicou o secretário municipal de Saúde, Dr Nivaldo Luís Rodrigues.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE