Com 82 casos, Sumaré alerta sobre combate ao Aedes

Neste momento em que todas as atenções estão voltadas para o enfrentamento ao coronavírus, a Prefeitura de Sumaré reforça o apelo à população para que não se esqueça da importância do combate ao Aedes aegypti – mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika.

De acordo com a Secretaria de Saúde, no primeiro trimestre desse ano (entre 1º de janeiro e 31 de março de 2021) foram registrados 82 casos positivos de dengue no município – não há óbitos. A região do Maria Antonia concentrou 36 casos, aparecendo no topo da lista com mais registros. Por esse motivo, na primeira semana de abril, as ações de nebulização (aplicação de inseticida) foram concentradas nessa região.

Mesmo com os números abaixo dos registrados no mesmo período do ano passado (foram 337 casos positivos de dengue no primeiro trimestre de 2020), a Unidade de Controle de Vetores do município vem intensificando as ações de combate ao Aedes aegypti, com verificação e inviabilização de criadouros, orientação aos moradores, aplicação de larvicida e inseticida em imóveis dos bairros com elevado índice de infestação do mosquito.

O trabalho acontece, inclusive, nos fins de semana. Até o momento, mais de sete mil imóveis já receberam a nebulização, atividade que segue todas as normas técnicas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

Em pontos considerados estratégicos, como ferro velho, locais para reciclagem, borracharia, entre outros, as equipes também realizam fiscalização a fim de identificar e eliminar os possíveis criadouros.

A Prefeitura conta ainda com o Boroscópio, equipamento utilizado pelos supervisores de campo para inspeção remota de áreas de difícil acesso, como imóveis e terrenos fechados, e para vistorias em maquinários, tubulações, calhas e caixas d´água.

Além do trabalho em campo, também foram intensificadas as ações de orientação e conscientização junto aos moradores, ressaltando que é fundamental ‘fazer a lição de casa’.

“O Aedes pode estar nos quintais, dentro e ao redor das nossas casas, por isso, não podemos nos descuidar. A melhor atitude é sempre a prevenção! Algumas ações no dia a dia podem evitar a proliferação do mosquito e prevenir toda a nossa família de doenças”, lembrou o prefeito Luiz Dalben.

Prevenção:

-Mantenha a caixa d´água fechada adequadamente;
-Remova folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas;
-Não deixe água de chuva acumulada sobre a laje;
-Lave semanalmente – com escova e sabão – tanques e recipientes utilizados para armazenar água;
-Encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda;
-Troque a água e lave os vasos, principalmente por dentro (com escova, água e sabão), pelo menos uma vez por semana;
-Guarde garrafas sempre de boca para baixo;
-Descarte corretamente o lixo, inclusive os pneus inservíveis;
-Não jogue lixo em terrenos baldios.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE