Covid-19. Com 16 novas mortes, taxa de ocupação de leitos diminui em Americana

A taxa de ocupação de leitos exclusivos para pacientes de coronavírus reduziu em Americana após o município registrar 16 novas mortes desde a última sexta-feira (31).

Nesse período, a cidade registrou 16 mortes e todas as vítimas estavam internadas em hospitais – tanto no municipal quanto em particulares.

De acordo com a atualização da prefeitura desta quarta-feira (05), a taxa de ocupação de leitos destinados exclusivamente para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19 é de 59% com respiradores (de 58 no total, 34 estão ocupados) e de 49% sem respiradores (de 65 no total, 32 estão ocupados). Esse percentual leva em consideração todos os leitos do município, tanto do Hospital Municipal, quanto dos hospitais particulares.

Já na sexta-feira (31), a taxa de ocupação era de 68% com respiradores (de 59 no total, 40 estão ocupados) e de 68% sem respiradores (de 65 no total, 44 estão ocupados).

FASE AMARELA – Apesar do registro de pelo menos 2 mortes diárias nos últimos dias e aumento nos casos confirmados, a redução da taxa de ocupação de leitos é o parâmetro do governo do estado para o avanço de fase no Plano São Paulo da retomada da economia. A redução pode fazer como que Americana avance para a fase amarela, o que permitirá a abertura de salões de beleza e academias, por exemplo.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE