Com 100 mil cadastros, Bike Registrada quer inibir roubos

Fundada em 2014, o Bike Registrada nasceu com o propósito de inibir o comércio de bicicletas roubadas, proporcionando mais segurança aos ciclistas e, consequentemente, estimular o uso da bicicleta como modal de transporte público. Com o Cadastro Nacional de Ciclistas e Registro de Bicicletas, a empresa criou o primeiro sistema de registro de bikes, ajudando a identificar, de forma rápida e simples, os dados das bicicletas e de seus respectivos donos, inibindo o comércio e ajudando a recuperar bikes roubadas. O cadastro é gratuito e, atualmente, já são mais de 100 mil em todo o País.
 ???Imagine um carro sem número de chassi. Antes do Cadastro Nacional de Ciclistas e Registro de bicicletas, dificilmente a polícia, ou qualquer pessoa, conseguiria identificar a procedência de uma bike. Infelizmente, sabemos que os roubos são comuns e, mesmo quando os policiais recuperavam estas bicicletas, dificilmente conseguiam localizar os seus donos. Com o Bike Registrada, mudamos este cenário. Hoje, qualquer ciclista pode registrar a sua bike, de forma gratuita. Assim, inibimos o comércio de bikes roubadas e ajudamos os policiais a localizarem os proprietários no caso de bicicletas recuperadas???, explica Maxmuller Poeck , CEO e um dos fundadores da empresa. O Bike Registrada nasceu no Distrito Federal a partir da iniciativa de quatro empresários. Convidados por amigos para pedalar, descobriram o volume de roubos e a insegurança que faz parte do dia a dia de todo ciclista. Instigados pela situação e pela falta de informação sobre as bicicletas, desenvolveram um aplicativo para registrá-las. Nele, o proprietário inclui todos os dados da bicicleta e as informações de contato. Qualquer pessoa pode consultar os dados da bicicleta e, se ela for roubada, o sistema emite um alerta (via SMS) de roubo. ???Neste modelo, os policiais conseguem os dados para devolver as bikes recuperadas e, quando qualquer pessoa for comprar uma bike usada, pode consultar previamente para saber a sua procedência. A consulta é feita em tempo real por meio do aplicativo. Já temos várias parcerias com policiais de cidades como Brasília e Manaus, além de parceria com os Estados do Pará, Espírito Santo e Santa Catarina. Também já estamos em mais de 300 lojas em todo o País. No caso de venda legal da bicicleta, assim como acontece com outros veículos, o ciclista e o lojista podem transferir o registro para o novo proprietário???, explica Rubem Vasconcellos, co-fundador da empresa. Para facilitar ainda mais a identificação, a empresa lançou o Selo de Segurança Bike Registrada. Comercializado a R$ 39,99, foi desenvolvido com material de alta resistência, agilizando a consulta. ???O Selo de Segurança Bike Registrada, apesar de ser opcional, ajuda a inibir o roubo???, afirma Alexandre Ramos, co-fundador da empresa. De acordo com Muller, além de inibir o comércio de bicicletas roubadas, o selo e o cadastro das bikes ajudam e facilitam o trabalho dos policiais que, hoje, mesmo quando recuperam as bicicletas roubadas, tem dificuldade em localizar os seus donos. ???Visitamos muitas delegacias em todo o País, e, em muitas delas, há inúmeras bicicletas recuperadas. Porém, os policias não conseguem devolvê-las aos seus donos. Com o Bike Registrada, acabamos também com este problema???, explica. Segundo Vasconcellos, o objetivo da empresa é fechar parceiras com as secretarias de segurança dos Estados para incentivar ainda mais o uso e a consulta das bicicletas. ???Além disso, queremos ampliar os pontos de venda do selo e fazer parceiras com as próprias indústrias para incentivar a todos os ciclistas a cadastrarem as suas bikes. Somente assim, vamos conseguir inibir o roubo de bicicletas???, afirma.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE