Coden entrega relatório anual de qualidade da água

A água que chega hoje à torneira de mais de 25 mil residências em Nova Odessa é a melhor da RMC (Região Metropolitana de Campinas). A certificação de qualidade foi conferida pelo Instituto Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), com base na avaliação feita por milhares de consumidores da região, em 2018. A pesquisa colocou Nova Odessa na liderança do ranking regional, com Grau de Excelência em Qualidade de Água. Segundo o levantamento, o serviço prestado pela Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) obteve média superior a 800 pontos.

As análises que comprovam essa qualidade começam a chegar à casa dos novaodessenses nesta sexta-feira (1), quando a Coden inicia a entrega do Relatório Anual de Qualidade da Água 2018 a toda população. A distribuição do material será feita por funcionários da companhia e deve ser concluída até o final do mês. Além do relatório físico, as análises também estarão disponíveis no site da empresa – www.coden.com.br.

No documento, os moradores terão acesso ao resultado das análises de controle de qualidade feitas periodicamente por técnicos da companhia, seguindo padrões estabelecidos pela Portaria 2.914/2011 do Ministério da Saúde. A divulgação da análise atende ao Decreto Federal 5.440, de 4 de maio de 2005, que cria instrumentos para que o consumidor seja informado sobre a qualidade da água que recebe.

Índice de Cloro, PH, sódio, cloreto e sulfato estão entre os parâmetros analisados no controle de qualidade da água que é captada, tratada e distribuída pela Coden à população de Nova Odessa desde 1980, quando a empresa passou a ser concessionária pública dos serviços municipais de água e esgoto, incorporando o antigo SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) da Prefeitura de Nova Odessa, primeiro órgão responsável pelo saneamento na cidade, fundado em dezembro de 1967.

“Trabalhamos todos os dias para aumentar a disponibilidade e melhorar a qualidade da água consumida pela população. ?? importante que as pessoas acompanhem esse processo e continuem avaliando nossos serviços, para que possamos melhorá-los e oferecer mais qualidade aos novaodessenses”, afirmou o diretor-presidente da Coden, Ricardo Ongaro.

Em 2013, a Coden tratava 17 milhões de litros de água por dia para atender 55 mil habitantes. Com o investimento de R$ 32,97 milhões feito nos últimos seis anos, a empresa reduziu o índice de perdas de 45,1% para 26%, elevando o município à categoria A da classificação feita pela Associação Internacional da Água (IWA), atribuída a países desenvolvidos que se destacam no controle de perdas. Com o sistema mais eficiente, a Coden está retirando menos das represas e produzindo mais água tratada. Atualmente, trata, em média, 14 milhões de litros para o abastecimento de 60 mil pessoas.

A água tratada consumida em Nova Odessa é captada de um conjunto de represas formado pelos sistemas Recanto (Recanto 1, Recanto 2 e Recanto 3) e Lopes (Lopes 1 e Lopes 2). Em 2018, foram captados 5,3 bilhões de metros cúbicos. A capacidade total de reservação de água bruta do sistema é de 2,4 bilhões de litros.

Em janeiro, foi iniciada a construção da segunda Estação de Tratamento de Água da cidade, a ETA 2. A nova estação, orçada em R$ 2,7 milhões, vai captar água na nascente da represa Santo ??ngelo, na região do Pós-Anhanguera, beneficiando 11 bairros e elevando a capacidade de tratamento de água do município para aproximadamente 105 mil moradores. A obra deve ser entregue no segundo semestre do ano que vem.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE