Cobradores e Ecoponto. Vereadores de olho

O vereador Vagner Malheiros (PDT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que reitera o pedido de informações feito ao Poder Executivo sobre a dispensa do cobrador no transporte coletivo da cidade.
No documento, o parlamentar lembra que a empresa responsável pelo serviço público de transporte dispensou definitivamente os cobradores que atuavam nos ônibus. ???Vale lembrar que tal medida pode ser ilegal, se não comprovados os critérios previstos na Lei nº 4.384/2006???, aponta. ???Também observamos outras situações adversas vivenciadas pelos usuários do transporte público e que colocam em risco a segurança na execução desse serviço público, tal como a realização da cobrança da tarifa com o veículo em movimento???, relata Malheiros. No requerimento, o vereador pergunta novamente quais providências legais foram adotadas pela municipalidade devido à dispensa dos cobradores pela empresa concessionária e se os ônibus continuarão operando sem esses profissionais. Questiona, ainda, se a prefeitura tem informação de acidentes de trânsito relacionados à falta de atenção dos motoristas em decorrência do excesso de responsabilidade imputada a eles. O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante a sessão ordinária de quinta-feira (24).

O vereador Thiago Brochi (PSDB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre a situação dos ecopontos do município.
No documento, o parlamentar afirma que em visita aos ecopontos, foram constatadas situações precisam de esclarecimentos. ???A Unidade de Limpeza Pública destaca a importância do descarte correto de materiais, sendo que cada morador pode descartar diariamente um metro cúbico de material. O funcionamento seria de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, aos sábados, das 8h às 17h, e aos domingos, das 8h às 12h. Porém, não foram essas realidades que encontramos nas visitas realizadas???, afirma.
No requerimento, o vereador pergunta sobre o contrato firmado entre o Executivo e a empresa particular que gerencia o ecoponto do bairro Parque Universitário. ???O horário de funcionamento não segue o informado no site da prefeitura???, relata.
Questiona, ainda, sobre a fiscalização feita nos locais, a falta de placas indicativas dos ecopontos em cada bairro, como é realizada a divulgação desses locais de descarte de materiais e pede a relação de materiais que podem ser descartado em cada ecoponto da cidade.
O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante a sessão ordinária de quinta-feira (24).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE