Cobrada mais habitação popular em Nova Odessa

Aliada do ex-vereador e candidato a prefeito de Nova Odessa em 2020, Tiago Lobo (PV), que foi diretor municipal de Habitação, Márcia Rebeschini (PV) teve aprovado esta semana requerimento solicitando informações da Prefeitura sobre convênio com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) para a construção de 100 unidades habitacionais no município, por meio do programa “Nossa Casa CDHU”.

 

“É o começo do governo Leitinho, mas a cobrança é grande sobre nós”, admite. A vereadora diz que muitas pessoas nutrem o “sonho da casa própria”, mas que ‘caíram no esquecimento’ após alguns anos do último cadastro habitacional realizado pela Administração Municipal. “A moradia é um direito de todo cidadão”, ressalta Rebeschini.

 

A parlamentar novata citou que o governo anterior, do prefeito Bill Vieira de Souza (PSDB), aprovou a implantação de 34 loteamentos residenciais e industriais em oito anos. “E as casas populares ficaram um pouco para trás”, analisou. Ela se diz preocupada com o crescimento habitacional dos próximos anos, que poderia passar de 60 mil para 80 mil moradores.

 

Rebeschini afirmou que a habitação popular teria ficado em “segundo plano” na gestão passada, sendo necessário priorizar as pessoas de baixa renda. O vereador Sebastião Gomes dos Santos-Tiãozinho (PSDB) endossou a preocupação da colega, mas defendeu a gestão tucana. “O prefeito Bill correu atrás e se esforçou para trazer casas populares”, frisou.

 

Durante discussão na Câmara foi citado que a demanda habitacional é de aproximadamente 6 mil pessoas. Wagner Morais (PSDB) reforçou a defesa do governo tucano e disse que o ex-prefeito Bill viabilizou a implantação de 1.100 unidades habitacionais em oito anos. Disse, em tom desafiador, que “vai torcer” para que o prefeito Leitinho consiga igualar ou superar a marca.

 

É aguardado posicionamento da Prefeitura, que precisa oficializar a doação do terreno, por meio de projeto de lei à Câmara, além de indicar a demanda específica e licitar a empresa para construir as unidades habitacionais. A área a ser doada está localizada na Rua dos Jacarandás, no Jardim das Palmeiras, ao lado da escola do Sesi (Serviço Social da Indústria).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE