Câmara vai exigir ensino superior dos cargos comissionados

A mesa diretora, composta pelos vereadores Luiz da Rodaben (PP), Otto Kinsui (MDB) e Leo da Padaria (PCdoB), apresentou um projeto de decreto legislativo em que estabelece a obrigatoriedade do ensino superior para cargos de provimento em comissão. 
A proposta deve entrar em votação apenas no ano que vem e, caso aprovada, os funcionários comissionados deverão ter que apresentar a validade do ensino superior, caso contrário, serão exonerados. A proposta se estende aos três assessores de cada vereador, além dos cargos técnicos ligados à presidência da casa, que hoje somam 24.
Apesar de ser votado ainda pela atual legislatura, o texto da proposta estabelece que a exigência valerá a partir de janeiro de 2021, ou seja, os cargos comissionados da atual legislatura não serão afetados pela lei. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE