Câmara devolve R$ 700 mil à Pref. para compra de respiradores

A Câmara Municipal de Sumaré devolveu R$ 700 mil para que a Prefeitura possa investir na compra de respiradores e equipamentos de proteção individual (EPIs) na UPA do Jardim Macarenko. A ação foi concretizada na tarde desta quarta-feira (8), após conversas entre os chefes dos dois poderes municipais. O valor devolvido refere-se a parte do duodécimo, montante destinado ao custeio do Legislativo Municipal para o ano de 2020.

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Willian Souza (PT), a devolução do valor é parte dos esforços que o Legislativo tem empenhado no sentido de contribuir com o enfrentamento da epidemia do novo Coronavírus em Sumaré. “Com a Câmara fechada para o público e parte dos servidores trabalhando à distância, conseguimos reduzir ainda mais os gastos e repassar esses valores para ajudar o município no atendimento à população e aos profissionais de saúde”, explica o vereador.

Willian reforça que a os parlamentares têm mostrado empenho para aprovar projetos que tenham por objetivo amenizar os efeitos da crise provocados pela pandemia. “Nesta semana aprovamos, em caráter de urgência, um Projeto de Lei de minha autoria que garante o abastecimento de água potável para as populações mais vulneráveis durante epidemias e certamente outros Projetos de Lei estão sendo estudados e serão propostos à medida que surgir a necessidade, não só de garantir direitos sociais, mas também ampliar a proteção da população sumareense”, destaca.

“A devolução de mais esta parte do duodécimo, agora no valor de R$ 700 mil, certamente vai auxiliar muito na melhora da UPA do Jardim Macarenko, ampliando a capacidade de atendimento da rede municipal de saúde. Num momento como este, é fundamental que todos os equipamentos públicos de saúde estejam funcionando com força máxima, caso haja um aumento considerável na busca por atendimento enquanto durar a pandemia. Por isso, agradecemos o empenho da Câmara Municipal por mais essa contribuição fundamental para a nossa cidade”, reforçou o prefeito Luiz Dalben.

Em janeiro, mais de R$ 6 milhões já haviam sido devolvidos pela Câmara à Prefeitura referentes à economia do primeiro ano da gestão do atual presidente da Casa. Dos R$ 26.786.000,00 repassados em 2019 ao Legislativo Municipal, R$ 6.015.822,00 foram devolvidos, o que representa 22% do valor destinado ao custeio da Câmara no ano passado.

PREVEN????O

Desde o anúncio da pandemia da Covid-19, a Câmara Municipal de Sumaré já adotou uma série de medidas de prevenção. As duas principais delas foram a restrição no acesso do público externo aos prédios do Legislativo Municipal e a suspensão de todas as atividades com a presença de visitantes. As sessões ordinárias e extraordinárias também passaram a ser realizadas com o plenário esvaziado, porém transmitidas pelo YouTube, como já ocorria normalmente.

As atividades administrativas da Casa estão sendo realizadas preferencialmente on-line, mas os servidores que ainda acessam o prédio do Legislativo passam por teste de condições de saúde na portaria antes de se dirigirem aos seus respectivos setores. Se algum dos funcionários tiver mantido contato próximo com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 e apresentar sintomas respiratórios ou febre, deverá ser imediatamente afastado.

A Câmara ainda reforçou seus canais de comunicação durante o período de isolamento social. Foi criado o WhatsApp (19) 97125-6880 para esclarecimentos de dúvidas relacionadas ao Legislativo. Para protocolos em geral, o cidadão deve usar o e-mail [email protected] A Secretaria da Câmara atende normalmente pelos telefones (19) 3883-8813/8814/8815. Os gabinetes dos vereadores seguem sem atendimento presencial, mas há outras formas de contatá-los (veja em www.camarasumare.sp.gov.br/vereador).

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE