Câmara de Sumaré agora com transmissão em libras

A 32ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Sumaré, realizada na noite desta terça-feira (15), foi marcada pela estreia da transmissão pela internet com tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). A novidade, voltada especialmente às pessoas surdas e deficientes auditivas, esteve disponível pela primeira vez durante uma sessão no plenário da Casa de Leis e pode ser vista no site da Câmara (www.camarasumare.sp.gov.br). 
As transmissões das sessões pelo YouTube já contavam com legendas em tempo real, o que atendia a demanda de parte da comunidade surda e de deficientes auditivos. O início da tradução para Libras vai beneficiar outra parte desse público, especialmente aquelas pessoas que têm como língua materna a Libras e não necessariamente o português. 
???Este é um marco importante para nós. A tradução em Libras soma-se a outras ferramentas de acessibilidade que garantem a democratização do acesso ao Legislativo por parte de toda a população. A Câmara Municipal, enquanto Casa do Povo, tem o dever se estar acessível a todos que a procuram, seja presencialmente ou pelas plataformas virtuais???, destaca o presidente da Mesa Diretora, vereador Willian Souza (PT). 
A contratação da empresa responsável pela tradução simultânea foi precedida de licitação, vencida pela Educalibras, instituição sediada em São Paulo. A empresa é uma das referências na promoção do acesso as informações de pessoas com deficiência auditiva no Brasil, tendo como clientes dezenas de empresas privadas e órgãos públicos, como o Governo do Estado de São Paulo, a Associação Paulista de Municípios e a Prefeitura de Guarulhos. A tradução acontece em São Paulo, na sede da própria empresa, que recebe o sinal de áudio da sessão, em tempo real. 
???Muitas câmaras não conseguem oferecer esse recurso de acessibilidade porque fica muito mais caro colocar o tradutor no plenário. Nós optamos pela tradução remota que garante uma maior economia, preservando a alta tecnologia e a qualidade da tradução???, explicou Willian. 
Ainda de acordo com o presidente, está sendo estudada uma alteração no painel digital do plenário que permitirá a transmissão das sessões em um telão dentro da Câmara, garantindo que as pessoas surdas ou com baixa audição consigam acompanhar a reunião de forma presencial. 
ACESSIBILIDADE
 
O site da Câmara Municipal já segue as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG e E-GOV). O portal adota os princípios preconizados pela Lei da Acessibilidade (Lei Federal nº 10.098/2000), que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida. 
As teclas de acesso, por exemplo, permitem a navegação nas principais páginas do site por meio do teclado. As combinações de teclas auxiliam os usuários portadores de deficiência visual no acesso rápido às principais áreas do portal. O site também dispõe de botão que controla o contraste da página. Esse recurso possibilita uma melhor visualização do conteúdo para pessoas portadoras de deficiência visual. Destinado ao mesmo público e também aos idosos, há botões que controlam o tamanho das letras dos textos do website, possibilitando a melhoria na leitura de grandes blocos de texto. 
Em breve, o plenário da Câmara também passará por reformas para garantir maior acessibilidade aos portadores de deficiência física e cadeirantes. As demandas surgiram da própria população que assiste às sessões legislativas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE