CM Nova Odessa vai ter 1a sessão virtual da história

A Câmara de Nova Odessa realiza na próxima segunda-feira, dia 27, a partir das 14 horas, a 3ª sessão extra do ano. A novidade é que, pela primeira vez em sua história de 60 anos, o Poder Legislativo promove a reunião por videoconferência, com os nove vereadores conectados via Skype. A medida ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus, que exige quarentena e isolamento social como formas de combate à Covid-19. Na pauta estão dois itens para deliberação.

O primeiro é o projeto de lei, de autoria da Prefeitura, que dispõe sobre as normas urbanísticas para instalação de infraestrutura de suporte para equipamentos de telecomunicações e o respectivo licenciamento. ?? a determinação das distâncias a serem observadas para a instalação de postes ou torres, não a permitindo próximo de condomínios de apartamentos e loteamentos fechados.

O vereador Tiago Lobo (PV) protocolou uma emenda ao projeto, através da qual pretende retirar da regulamentação proibitiva apenas os loteamentos fechados. Caso a proposta do vereador ao projeto do Poder Executivo seja aprovada, ficaria proibida a instalação de torres ou postes apenas em condomínios de apartamentos. Durante a sessão será votado tanto o projeto como a emenda.

O outro item a ser votado pelos vereadores na sessão extra é o parecer contrário da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara sobre a tramitação do projeto de lei, também da Prefeitura, que pretende permitir ao Fundo Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Interesse Social receber recursos oriundos da alienação de bens públicos pertencentes ao município.

A posição contra o projeto tramitar foi dada pelos vereadores Antônio Alves Teixeira, o Professor Antônio (PSD), e Carla Lucena (PL). Ambos alegam que o projeto seria inconstitucional, enquanto o vereador Elvis Ricardo Garcia, o Pelé (PSDB), emitiu parecer em separado, favorável à tramitação. Caso a posição contrária da comissão seja aprovada pela maioria, o projeto é remetido ao arquivo.

Na semana passada, o presidente da Câmara, Vagner Barilon (PSDB), realizou testes junto dos demais vereadores para viabilizar a realização das sessões virtuais enquanto durar a pandemia. ????? uma medida necessária neste momento???, ressalta. A população pode acompanhar a sessão extra através do site da Câmara, pela página oficial no Facebook ou no canal próprio no Youtube.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE