Ciro, nosso autoritário à esquerda?

Que o brasileiro busca um político firme, isso é fato. Mas ele não estaria atrás de um candidato autoritário? Se sim, as chances de Ciro Gomes (PDT) estar no segundo turno são hoje altas. E ele não sai do uniforme de quase coronel nordestino.
Em contraponto, os candidatos soft Marina Silva (Rede) e Geraldo Alckmin (PSDB) deverão penar nas eleições deste ano. O antagonista de Ciro seria, nesse cenário, o favorito da direita nacional, o também autoritário Jair Bolsonaro (PSL).
Dono de discurso firme e duro, com retoques de autoritarismo, Ciro conhece de economia e das entranhas do governo brasileiro (foi ministro, deputado e governador de estado). Fala duro contra o mercado e promete estar ao lado do povão. Se vai colar, vai pro segundo turno.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE