Ciro e Marina rejeitam aliança com PT

Candidatos derrotados à Presidência da República em 2018, Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) rejeitaram nesta terça-feira a possibilidade de compor com o PT para fazerem oposição ao governo de Jair Bolsonaro. O assunto foi discutido durante um debate, em Brasília, sobre os 100 primeiros dias da nova gestão.
???Foi o que eu fiz no governo Dilma 1 e no governo Dilma 2. Nunca mais???, afirmou Ciro Gomes. A posição foi endossada por Marina Silva. ???Tenho divergências com um partido que não reconhece erros de maneira nenhuma. O problema é sempre dos outros, principalmente com aquele que acha que pode existir fora da órbita do satélite deles. Tenho problemas com a visão hegemônica (do PT), que, inclusive, acabou sendo uma espécie de chocadeira da gestão que temos hoje???, disse.
O debate foi promovido pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Cid Gomes (PDT-CE), que também participaram das discussões. Sobre esse mesmo assunto, Marina e Ciro também foram questionados se pretendem fazer uma ???oposição propositiva??? diante das pautas colocadas pelo atual governo.
Ex-ministro do governo Luiz Inácio Lula da Silva, Ciro defendeu que não se pode entrar na tática ???irracional???, promovida pela base do governo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE