Chocolate também quer ‘Xô Satanás’

O vereador Paulo Chocolate (PSC) também não quer o ‘chip’ do capeta em Americana. Ele protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei em que dispõe sobre a proibição de implante de identificação em forma de chips e outros dispositivos eletrônicos em seres humanos. No documento, Chocolate explica que de acordo com a Constituição Federal, no art. 5º, inciso XV, que no Brasil não pode haver o cerceamento de locomoção, sendo um país de homens livres com direito a se deslocar pelo território nacional sem temer a possibilidade de repressão. ???Tendo em vista que o fim do mundo se aproxima, é preciso que as leis se antecipem aos futuros acontecimentos e resguarde a liberdade constitucional de locomoção dos cidadãos???, afirma. De acordo com o parlamentar, em alguns países as pessoas já fazem uso do microchip de identificação, nos Estados Unidos desde 2013 é obrigatório para que o cidadão americano faça o uso de planos de saúde. ???Infelizmente e de maneira sorrateira já são conhecidas no Brasil diversas iniciativas de implantação de chips como rastreadores pessoais, que pretensamente simulam uma ferramenta de segurança, já que possibilita a rápida localização de pessoas sequestradas???, disse.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE