Cel de jogador tem vários vídeos de mulheres

A Polícia Civil de Americana vai investigar se o jogador Luiz Paulo Miranda Júnior, dispensado do Rio Branco depois de ser acusado de filmar com o celular por baixo da saia de uma adolescente, fez filmagens de outras mulheres sem consentimento. O telefone dele foi encaminhado para perícia.

O aparelho continha outros vídeos com mulheres, segundo a polícia, e a DDM (Delegacia de Direito da Mulher) investiga se eles foram feitos da mesma forma que as imagens de segunda-feira, em um supermercado no São Domingos, quando ele foi acusado de filmar sob a saia de uma jovem de 15 anos. Imagens do circuito interno do supermercado também foram solicitadas e, segundo o delegado José Luiz Joveli, será apurado se ele agiu anteriormente no mesmo local.
Luiz Paulo, que teve o contrato com o Rio Branco rescindido foi indiciado pelo artigo 61 da Lei de Contravenções Penais, que é “importunar alguém, em lugar público ou acessível ao público, de modo ofensivo ao pudor” e é de menor potencial ofensivo, ou seja, não pode resultar em prisão. TODODIA

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE