CEI da Saúde pede quebra de sigilo telefônico de servidores

A Comissão Especial que investiga desvios na Saúde em Americana foi prorrogada por mais 180 dias e decidiu pedir a quebra de sigilo telefônico de funcionários da secretaria de saúde para investigar favorecimento ou pressão nos contratos com OSs (Organizações Sociais) na cidade. 
O foco é checar os dados do funcionário Humberto Mizael Ribon e mais dez médicos por conta do alto número de horas extras. O nome dos médicos ainda não foram divulgados.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE