Cauê se posiciona sobre manifestação na Alesp

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), o deputado estadual Cauê Macris (PSDB), se posicionou em suas redes sociais na manhã desta quarta-feira sobre o ocorrido na Alesp nesta terça. 
Os deputados votaram a PEC 18/2019, de autoria do governado João Doria (PSDB), que trata sobre a reforma da previdência de servidores paulistas. A votação da proposta resultou em manifestação na Assembleia por parte de servidores, o que fez com que Cauê acionasse a Tropa de Choque da Polícia Militar. Um grupo de professores de Americana, além do vereador Welington Rezende (Patriota), estavam no local. 
VEJA TAMB??M: Vídeo mostra confronto e tiros na Alesp
A ação de Cauê de acionar a Tropa, que permaneceu dentro da Assembleia, gerou revolta nos professores presentes na manifestação. Em sua defesa, o deputado americanense se posicionou e falou sobre infiltrados no movimento. 
Votação da PEC 18/2019
Minha obrigação como presidente da Alesp é garantir a democracia, que neste caso está no direito dos 94 deputados se manifestarem e votarem a favor ou contra a qualquer projeto.
?? também garantir a manifestação de todos do público.
O que não permitiremos é o vandalismo, pessoas infiltradas para promover a balbúrdia, a degradação do patrimônio, na tentativa de impedir a votação. Contra a ação dos vândalos, a PM reagiu e assim será feito sempre que necessário. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE