Cauê prevê conflito com Márcio França candidato

Presidente da Assembleia Legislativa (Alesp) e tentando se impor como ator mais que importante na eleição para governador de 2018, Cauê Macris (PSDB) disse que pretende subir o tom com Márcio França (PSB) quando (e se) este vir a ser tornar governador- provavelmente em abril do ano que vem.
Vice-governador, França deve herdar o cargo de governador com a saída de Geraldo Alckmin (PSDB) para concorrer à presidência da República. A data limite para a desincompatibilização de Alckmin é o começo de abril.
Cauê fala em ‘defesa do legado do PSDB’ que precisa ser levada em conta quando França estiver sentado na cadeira. E diz que ‘estaremos em campo oposto no plano eleitoral’.
Ele deu longa entrevista à Folha de SP esta quinta-feira e preferiu não decidir se vai apoiar algum nome de tucano para ser candidato a governador.         

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE