Caspa pode piorar no inverno. Saiba como evitar

A caspa, descamação que ocorre no couro cabeludo, atinge 40% da população brasileira e afeta mais os homens do que as mulheres, segundo dados da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). E o problema pode piorar no inverno, de acordo com a tricologista Viviane Coutinho.
“Pioram no inverno porque muitas pessoas optam por banhos mais quentes neste período e diminuem as higienizações”, explica a profissional.
Viviane também explica a diferença entre caspa e dermatite seborreica. Vale destacar que ambos os quadros pioram no inverno.
“Dermatite seborreica é um processo inflamatório que acomete algumas regiões da face, como sobrancelhas e cantos de nariz, couro cabeludo e orelhas, causando descamação e vermelhidão. Caspa é caracterizada por uma descamação que pode ser oleosa ou seca.  Podendo também ser acometida por depósito de cosméticos. Sendo localizada apenas em couro cabeludo”.
Tanto os quadros de caspa quanto de dermatite seborreica podem ser controlados.
“Por ser de caráter crônico existem tratamentos que controlam as mesmas. Primeiramente, devemos escolher cosméticos ideais para regularizar microbiota do couro cabeludo. Uma alimentação saudável também é importante, pois alimentos mais gordurosos podem influenciar também de forma negativa. Além disso, tem que respeitar periodicidade de higienização”, finaliza Viviane.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE