Caso Amarildo: Justiça decreta prisão aos PMs

A Justiça do Rio de Janeiro decretou nesta sexta-feira, 4, a prisão preventiva dos 10 policiais militares suspeitos de envolvimento no desaparecimento do ajudante de pedreiro Amarildo – visto pela última vez no dia 14 de julho, após ser levado para a sede da UPP da Rocinha. Os PMs vão responder por tortura seguida de morte e ocultação de cadáver.

QUEM S??O? Edson dos Santos, Luiz Felipe de Medeiros, Jairo da Conceição Ribas, Douglas Roberto Vital Machado, Marlon Campos Reis, Jorge Luiz Gonçalves Coelho, Victor Vinícius Pereira da Silva, Anderson César Soares Maia, Wellington Tavares da Silva e Fábio Brasil da Rocha.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE