Carnaval de Nova Odessa cancelado

A ocorrência de chuvas muito abaixo da média e do esperado para o mês de janeiro forçou a Prefeitura de Nova Odessa a cancelar os eventos programados para o Carnaval. De acordo com estatísticas da Coden (Companhia de Desenvolvimento), em janeiro, foram registrados 107 milímetros de chuva, metade do esperado.

O sistema de abastecimento da cidade está com 40% da capacidade. Em janeiro de 2014, estava com 70%. “Diante deste cenário e do cancelamento do evento em outras cidades da região, poderíamos ter um aumento de público e, consequentemente, de consumo de água na cidade. Não temos condições de suportar qualquer aumento de demanda neste momento. Para garantir a normalidade do abastecimento de toda a cidade, optamos por cancelar os eventos”, afirmou o secretário de Governo, Wagner Morais.
De acordo com o presidente da Coden, Ricardo ??ngaro, o histórico da companhia aponta que, principalmente neste período, com o calor excessivo, há um aumento de até 15% no consumo durante o Carnaval. A Coden adotou, desde julho, o fechamento dos reservatórios das 21h às 10h. 
ECONOMIA ??? Para o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Daniel dos Santos, o cancelamento do Carnaval também possibilitará o melhor direcionamento dos recursos públicos, diante da queda de arrecadação causada pela retração da economia. “Estamos enfrentando um momento difícil e os recursos estão cada vez mais escassos. Este ano já pagamos mais de R$ 2 milhões na última parcela de uma dívida contraída e discutida judicialmente há mais de 30 anos. Isso somado à queda da arrecadação comprometeu nossa capacidade de investimentos”, afirmou.A estimativa da Diretoria de Cultura e Turismo era de que o investimento para realização de cinco dias de evento de Carnaval ficaria em torno de R$ 100 mil. “Com o cancelamento podemos aplicar este recurso em outras áreas prioritárias”, afirmou Pedro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE