Carla Lucena deixa política e trabalha em salão de Nova Odessa

Vereadora nos mandatos 2013/2016 e 2017/2020, incluindo a primeira presidente da história da Câmara de Nova Odessa (2017/18), Carla Furini de Lucena deixou de lado a política para se dedicar ao ofício em um espaço de estética e cabeleireiro no Residencial Klavin. Ela atua em parceria com a irmã, Laila Furini, que em 2020 saiu candidata a vereadora em seu lugar.

Carla Lucena comentou a nova jornada profissional em entrevista na terça-feira (4) ao jornalista Gleison Alves, da TV WA Notícias. “Entramos no novo ramo de trabalho”, disse. O salão foi montado junto da irmã, que é cabeleireira. “Estamos gostando muito, bem contentes”, ressaltou a ex-vereadora, que admite o momento desafiador pela pandemia de Covid-19.

“Mesmo assim está tendo uma boa procura”, destacou Carla Lucena, que cuida mais da parte administrativa e do contato com as pessoas, enquanto a irmã trabalha diretamente com as clientes. A nova rotina, admite a ex-parlamentar, é bem distinta da vivida nos últimos anos. “É completamente diferente do que estou vivendo hoje”, admite.

Carla Lucena contou que “sentiu falta (da política) no começo”, mas se adaptou com apoio da família. “Estou longe da política, apesar de encontrar com amigos que ainda estão”, afirma. “Sou grata ao que vivi, porém hoje planejo outro tipo de ações pra minha vida”, pondera. “Essa foi a melhor decisão que tomei em conjunto do marido e dos filhos”, garante.

Eleita duas vezes pelo PSDB, Carla Lucena deixou o partido no final do segundo mandato após divergências públicas, inclusive sofrendo ataques de políticos tucanos que a acusavam de ter um ‘projeto pessoal’ acima dos coletivos no ninho tucano. A então vereadora ingressou no Partido Liberal (PL) e trabalhava pra ser candidata a prefeita em 2020.

No entanto, Carla Lucena refugou e na última hora nem mesmo concorreu para vereadora. Apesar do capital político que ainda possui, sem manchas no currículo, parece mesmo ter dado um tempo – talvez definitivo – na carreira. “Teve muito desgaste político nos oito anos e a população quis mudança”, frisou, se referindo ao PSDB de Benjamim Bill Vieira de Souza.

Carla Lucena revelou ter recebido convite para ser candidata a deputada. “Cogitaram o meu nome, mas não estaria viável ao meu projeto de vida hoje”, reforça. Ela ainda afirma que “torce para que dê certo” o prefeito Cláudio Schooder, o Leitinho (PSD). “Eu amo a cidade em que vivo e quero continuar colaborando de alguma forma, mesmo fora da política”, conclui.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE