Cantata encerra ano letivo no Ciep da Praia Azul

Aproximadamente 150 alunos dos 1º aos 5º anos vão se apresentar na “Cantata de Natal” do Ciep da Praia Azul nesta segunda-feira (10), a partir das 18h. Sob a regência do professor de Artes, Walcirlei Siqueira, eles vão cantar, “Bate o Sino”, “Não é Proibido (Marisa Monte) “, “O Natal Existe”, “Anoiteceu” e “Noite Feliz”. Em torno de 300 pessoas da comunidade escolar são esperadas para o evento, que marca o encerramento do ano letivo.

“Preparamos um final lúdico para os alunos e a comunidade em nossa festa de encerramento do ano. Esta é também uma forma de mostrar aos pais o trabalho desenvolvido na escola. Eles vão poder presenciar o envolvimento e carinho dos professores e funcionários com os alunos. Para a família é uma satisfação ver o filho cantando”, disse a diretora do Ciep, Sueli Beraldo.
Walcirlei começou a ensaiar com os alunos há dois meses. Cada série ensaiou uma música e no final os 150 alunos vão cantar juntos “Pinheirinho da Alegria”. Nesta hora o professor de Ciências, Mêncio Toledo, entra no palco caracterizado de Papai Noel. “O objetivo da cantata foi desenvolver as habilidades artísticas culturais através da linguagem da música proporcionando ao aluno o canto, a melodia e as leituras das letras das músicas”, afirmou o professor de Artes.
O regente, durante os ensaios, não tinha preocupação com a questão da teoria musical. Ele pretendia que as crianças pudessem apreender o gosto pela linguagem musical. “O primeiro passo foi colocar os alunos para ouvir as músicas. Depois trabalhamos o texto, o tempo e a batida da música. No último momento fomos para a fase do canto”, explicou.
Segundo Walcirlei o projeto da Cantata foi mais uma experimentação musical para os alunos. “Eles gostam muito de música. ?? algo diferente em seu cotidiano. Durante as aulas eles tiveram contato como nosso kit musical: pandeiro, instrumentos de percussão, violão e teclado”, disse o regente.
Para a aluna, Maria Miranda, de 9 anos, o ensaio foi divertido. “Achei muito legal a participação. Eu vou ficar orgulhosa na hora da cantata quando meu irmão e minha mãe estiverem me assistindo”, afirmou. O aluno Enzo Biagio, de 8 anos, gostou de todo o processo para aprender a música. “Minha mãe vai gostar de me ver cantando”, disse.
A professora intérprete de Libras, Jaqueline Favaro, acompanhou os ensaios do 3º ano B porque tinha um aluno de inclusão, Ariel Anjos. Esta turma ensaiou a música, “O Natal Existe”. “?? muito importante a inclusão. Eu já faço este trabalho na sala de Ariel desde o início do ano. A sala aprendeu rápido. Os alunos já conhecem a língua brasileira de sinais. Todos os alunos conversam bem com o Ariel”, explicou Jaqueline. Nesta turma ela fica na frente junto o regente e os alunos a acompanham. “Foi uma oportunidade muito interessante participarmos dos ensaios”, concluiu.
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE