Candidato vai à Justiça contra banco pra abrir conta

Não só um candidato, mas vários candidatos que disputam as eleições para os cargos majoritário e proporcional, este ano, estão encontrando dificuldades para realizar a abertura de conta bancária para fins eleitorais, conforme determina a Legislação Eleitoral. Sem essa conta estar ativa, os candidatos não podem realizar despesas de campanha ou encomendar materiais, o que vem prejudicando algumas candidaturas.

Tal atraso contraria o calendário disposto na Resolução 23.604/19 do TSE e o comunicado do Banco Central (Bacen) n. 35.979/20.

Em Campinas, o candidato a prefeito Dr Hélio (PDT), ingressou com uma ação cautelar inominada de obrigação de fazer contra a Caixa Econômica Federal, com pedido de multa diária de R$ 10.000,00.
O motivo é que, desde o dia 2 deste mês, Dr Hélio vem tentando, sem sucesso, realizar a abertura de conta bancária para fins eleitorais, o que está impedindo a realização de qualquer movimentação financeira, prejudicando vários atos da campanha.
Na ação, o candidato requer que seja julgada procedente a ação, com pedido de liminar, para que enfim possa ter o seu direito de abertura e movimentação de conta bancária para fins eleitorais reconhecido.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE