Campinas recebe a maior feira de intercâmbio do mundo

Realizar um intercâmbio é uma oportunidade para evoluir em um idioma estrangeiro ou aprimorar a carreira ??? além do crescimento pessoal que a experiência proporciona. Antes voltados em sua maioria para quem estava saindo do ensino médio ou buscando uma formação acadêmcia no exterior, os intercâmbios hoje contemplam também cursos de pós-graduação, como MBAs e Doutorados, cursos de especialização, de férias, e de curta duração.

A EDUEXPO, maior feira mundial de intercâmbio, acontece em Campinas no próximo dia 19 de março, e reunirá 27 expositores entre representantes de agências governamentais, de escolas e universidades espalhadas pelo mundo, e de agências de intercâmbio do Brasil.

A edição contará ainda com sete palestras e seminários sobre o funcionamento de programas para estudar em países como Canadá, França, Holanda, Reino Unido e Alemanha. Entre os países expositores estão, ainda, Estados Unidos, Letônia, Austrália e África do Sul.

O Canadá ??? região mais procurada pelos brasileiros para intercâmbio ??? terá um pavilhão exclusivo, destacando as ofertas disponíveis em escolas de idiomas, universidades, centros de ensino médio e instituições técnicas canadenses. O governo da Austrália, atualmente o quarto destino mais buscado pelo público do Brasil, também terá um pavilhão dedicado para a promoção de seus cursos na feira em São Paulo.

???A EDUEXPO é uma facilitadora para quem deseja abraçar um projeto de intercâmbio. Em um só lugar, reunimos informações sobre cursos, cultura, escolas, universidades, bolsas de estudo, preços de passagens e hospedagens, orientações sobre vistos e documentação, e agências especializadas. Proporcionamos conversas com países e instituições de ensino focadas em abrir suas portas aos brasileiros???, conta Daniela Ronchetti, especialista em intercâmbio estudantil e diretora de Operações da EDUEXPO no Brasil.

Para março de 2019, a estimativa da EDUEXPO é crescer esse número em 20%. ???Com a perspectiva de melhora na economia do país, acreditamos que muitos brasileiros irão retomar projetos de intercâmbio e estudos no exterior???, ressalta Daniela Ronchetti.

O setor de intercâmbio no Brasil movimentou US$ 2,7 bilhões em 2017, o que representa crescimento de 23% sobre o ano anterior, e alcançou a marca inédita de 302 mil estudantes brasileiros no exterior. Os dados são da Belta (Associação das Agências de Intercâmbio). As feiras da EDUEXPO são gratuitas e as inscrições podem ser feitas pelo site http://www.eduexpos.com/mundo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE