Campinas prorroga quarentena e põe pressão nos prefeitos da região

A prefeitura de Campinas decidiu que a cidade terá a quarentena prorrogada até o dia 7 de junho. A decisão de adiar o início da reabertura das atividades foi anunciada pelo prefeito Jonas Donizette durante transmissão ao vivo.

Leia Mais Shopping reabre esta segunda

Leia Mais Comércio Santa Bárbara tem 1a fase da retomada

Leia Mais Tivoli volta às atividades na quinta-feira

O motivo é a forte demanda regional que está recaindo no município, fazendo com que a Prefeitura necessite ampliar o número de leitos de UTI e reforçar o número de profissionais da saúde.

De acordo com o prefeito, o município tinha uma programação de leitos de UTI, mas que está muito apertada para ser colocada em prática a partir de segunda-feira.

O prefeito disse ainda que o problema do município não é de equipamentos e de respiradores. “O nosso problema é a demanda por profissionais da saúde, que tem acontecido em outras regiões e que, embora tenhamos muitos profissionais, estamos encontrando uma certa dificuldade em fazer as contratações extras”, afirmou.

Até a próxima sexta-feira, será publicado um novo decreto detalhando como será a flexibilização das atividades em Campinas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE