Campinas. Comércio reabre na próxima segunda

PLANO DE REABERTURA DE CAMPINAS
GOVERNO DE SP VETOU PROJETO DE JONAS DONIZETE
PRIMEIRA FASE: de 4 até 17 de maio.Comércio varejista: funcionários trabalhando por turno e controle de entrada de clientes.Academias: Atendimento individual e limpeza dos aparelhos.Segmento de estética (salão de cabeleireiro, barbeiro, salões de beleza e tatuagem): atendimento individual ou domiciliar com hora marcada.Atividades de escritório: imobiliária, engenharia, arquitetura, advocacia, turismo, contabilidade, etc. Os trabalhos possíveis de serem efetuados em home office devem assim permanecer. Deve manter áreas comuns fechadas.Alimentação: restaurantes, padarias e congêneres: atendimento limitado a 30% da capacidade e espaço de dois metros entre as mesas.Templos religiosos: podem abrir com regras de distanciamento e utilizando 30% da capacidade.Estacionamentos de veículos.Cirurgias eletivas ??? desde que não requeiram internação.Retomada de atendimentos ambulatoriais.Parques públicos: reabrem apenas para caminhadas e corridas com 30% da capacidade.
SEGUNDA FASE: de 18 a 31 de maio.Shoppings centers: abertura das atividades, com limitação de 50% do atendimento. O controle será feito pelo número de vagas no estacionamento.Alimentação: amplia o atendimento de 30% para 50% na capacidade de atendimento. Inclui as praças de alimentação dos shoppings.Cinemas, estádios e teatros: podem abrir com limitação de 30% da capacidade e recomendação para uso de máscara.Templos religiosos: amplia o atendimento de 30% para 50% da capacidade.Escolas e creches podem reabrir, com distanciamento de 1,8 metros entre mesas e cadeiras.Cirurgias eletivas ??? liberadas também para as que necessitam de internação.
TERCEIRA FASE: a partir de 1º de junho.Restaurantes, padarias e congêneres: funcionamento normal.Academias, clubes: atendimento coletivo.Bares e casas noturnas: reabrem com 50% da capacidade de atendimentoCasas de idosos: visitas liberadas com regras de higiene e uso de máscarasAs medidas precisam do aval do governo do Estado. ???Não irei afrontar a autoridade do governador???, ressaltou o prefeito. O anúncio do plano de reabertura, no entanto, foi recebido com críticas por parte da oposição. A vereadora Mariana Conti (PSOL) chamou o prefeito de ???irresponsável???. ???Jonas lançou o isolamento social seletivo e aderiu à retórica bolsonarista, com reabertura do comércio antes da data prevista para o fim da quarentena???, afirmou a vereadora.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE