Campanhas mais caras em 2016

O jogo da política é feito com cartas marcadas. Num cenário em que o marketing político dita as regras desse jogo, o custo de uma campanha eleitoral é cada vez maior, mesmo num cenário de crise como a atual. Por isso, um aviso aos navegantes de primeira viagem ( ou para aqueles que insistem em se autoiludir): acabou a era em que apenas sola de sapato, carisma e simpatia eram suficientes para uma boa votação. Tudo isso ajuda, mas precisa o ingrediente fundamental. Dinheiro. Muito dinheiro.Os números variam, de acordo com a fonte consultada. Mas as projeções oscilam entre R$ 200 mil e  R$ 300 mil, para garantir um mínimo de visibilidade e (talvez) conseguir ser um dos ungidos a sentar em uma das 19 cadeiras reservadas à edilidade…

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE