Campanha arrecada 68 bolsas de sangue em Nova Odessa

Realizada no último sábado (8), a 2ª edição da Campanha “Doe Sangue, Salve Vidas” de Nova Odessa arrecadou 68 bolsas. Desse total, 23 pessoas atenderam à “convocação” feita pelos organizadores e doaram pela primeira vez. Outros 16 interessados também compareceram ao local de coleta – o Ambulatório Municipal de Especialidades Médicas da Avenida João Pessoa, no Bosque dos Cedros –, mas não foram aprovados na triagem prévia obrigatória feita pelos profissionais da Rede Municipal de Saúde.

A campanha acontece a cada três meses em média e é promovida pelo Lions Clube, em parceria com o Hemocentro da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e a Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa, com apoio da Polícia Militar, Ação Social Família Silva e Secretaria Municipal de Educação, entre outros. No sábado, o atendimento aconteceu durante toda a manhã, seguindo um rígido protocolo sanitário em função da pandemia de Covid-19.

“Fiquei feliz de ver que tinha bastante doadores. Por volta das 10h já tinha 60 pessoas inscritas para fazer a doação. Eu parabenizo a todos que trabalham para que esse serviço seja realizado (Lions de Nova Odessa, Hemocentro da Unicamp e nossa equipe) e a todos os doadores que contribui para salvar vidas”, afirmou o secretário municipal de Saúde, o médico Nivaldo Luís Rodrigues.

Quem fez sua doação também demonstrou entender a importância do ano, especialmente neste momento de restrições e quarentena impostas pela pandemia de Covid-19. “Nesse momento de pandemia precisamos ser solidários aos que estão precisando. O sangue é fundamental para pacientes que estão em condições de risco de morte, e o estoque só aumentará com a doação voluntária, por isso ela é tão valiosa e depende da solidariedade das pessoas”, afirmou o doador – e diretor financeiro da Coden Ambiental – Hamilton Lorençatto.

Excelente

Para a presidente do Lions Clube de Nova Odessa, Ieda Maria Erbolato Machado, o resultado da segunda coleta de sangue do ano foi considerado novamente excelente pelos membros do clube de serviço.

“Queria agradecer a todos que saíram de casa em plena pandemia, na véspera do Dia das Mães, para esse gesto tão bonito que é doar sangue, doar vida a quem precisa. É um momento muito difícil para todos, mas com solidariedade podemos vencer essa fase. E em especial quero agradecer a toda a equipe envolvida na campanha”, afirmou dona Ieda.

As coletas seguem sempre todos os protocolos de segurança sanitária determinados pelo Ministério da Saúde e têm como objetivo repor os baixos estoques de sangue do Hemocentro, que cede bolsas para os pacientes do município e que vêm sofrendo quedas drásticas desde 2020, em função da pandemia de Covid-19.

A primeira edição da campanha deste ano havia acontecido no dia 13 de fevereiro e terminou com uma arrecadação de 81 bolsas de sangue. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (19) 3476-8194 ou 3466-1350.

Os requisitos básicos para qualquer doação de sangue incluem ter entre 16 anos e 69 anos de idade, no caso dos adolescentes devem estar acompanhados pelos pais; pesar mais de 50 quilos; ter boa saúde; não estar em jejum; ter dormido ao menos seis horas antes da doação e não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores. As pessoas não podem ter sintomas respiratórios. Os doadores ganham um exame completo de sangue, que é enviado posteriormente através de uma carta.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE