Edit

Campanha arrecada 3,8 milhões de lacres ao Boldrini

Mais uma vez a comunidade novaodessense deu uma grande contribuição ao Centro Infantil Boldrini, que trata crianças com diagnóstico de câncer. Foram arrecadados aproximadamente 3,8 milhões de lacres na Campanha realizada em parceria da Secretaria de Educação com o Fundo Social de Solidariedade, transformando o material arrecadado em recursos à instituição. O encerramento da ação foi nesta quinta-feira (26), Dia de Ação de Graças, no Clube da Melhor Idade.

O evento trouxe autoridades e teve apresentação da cantora gospel Larissa Machado e de alunos da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) ‘Alvina Maria Adamson’, uma das unidades que arrecadaram maior quantidade de lacres. A classe da professora Cleide foi a vendedora entre todas do Ensino Fundamental, com 74.774 lacres arrecadados.
Já classe da professora Elizabeth, na EMEFEI (Escola Municipal de Ensino Fundamental e Infantil) ‘Vereador Osvaldo Luiz da Silva’, foi a que mais juntou dentre o Ensino Infantil, com 57.200. “?? importante o envolvimento da comunidade escolar. Vai ao encontro da nossa ideia de difundir o princípio da alteridade, que é o se ver no outro e respeitar o próximo”, cita a secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo.
A aposentada Bete Blanco novamente colaborou com a campanha, arrecadando junto a um grupo de pessoas, formado por amigos e familiares, exatos 10.696 lacres. “Começamos o ano passado a juntar lacres, com aproximadamente 5 mil. Desta vez dobramos”, ressalta. “?? muito importante a gente se envolver, no quê pudermos colaborar”, acrescenta.
Frequentadora do Clube, inclusive tendo sido eleita este ano como a Miss Melhor Idade, Regina Célis Sasso é a idealizadora da campanha, surgida do projeto “Salvando Vidas com Amor”, que desenvolve há 16 anos na cidade de Americana. “Fazemos isso com muito amor e caridade, para ajudar as crianças que precisam do amparo do Centro Boldrini”, explica.
Presente ao evento de encerramento, Cláudia Gonçalves é voluntária na instituição campineira. “Esse ato é muito social. A contribuição é revertida em dinheiro, que vai ajudar no quê for preciso, na manutenção dos serviços e estrutura oferecidos”, detalha. “O envolvimento das escolas é ótimo, por trabalhar desde o início esse valor humanitário nas crianças. A semente é jogada e geram-se bons frutos”, completa.
O Centro Boldrini tem hoje mais de 10 mil pacientes em acompanhamento. São cerca de 900 casos novos por ano, 80% deles atendidos pelo SUS (Sistema ??nico de Saúde). Do total das receitas do Hospital, 44% dependem das doações da comunidade. A estrutura atual possui 77 leitos de internação, com 390 voluntários e 120 atendimentos diários, totalizando 33 mil sessões de quimioterapia ao ano.
“O Dia de Ação de Graças é a ocasião que simboliza o gesto de fazer o bem. No nosso caso, ajudando as crianças através dessa instituição tão importante que é o Boldrini”, destaca Andréa Souza. “?? um orgulho pra gente abraçar com muito amor e carinho a campanha”, conclui. “Doando um pouco de si, fazemos o bem ao próximo”, reforça o prefeito Bill. “Importante também é passar a mensagem solidária às crianças, ensinando desde cedo que temos de ajudar as pessoas nessa vida”, finaliza. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE