Campanha antecipada: PSDB denuncia Skaf

O PSDB vai entrar com pedido na Justiça de investigação contra Paulo Skaf por campanha antecipada. Segundo o Painel, da Folha de S. Paulo, tucanos acusam o presidente da Fiesp, que é candidato do PMDB ao governo de São Paulo, de usar recursos públicos, do Sistema S, para se promover na televisão.
A assessoria de Skaf alega que ele apenas cumpre sua função à frente da Fiesp.
Especialista em legislação eleitoral, o advogado Dyogo Crosara diz que ele está, sim, sujeito à ação por abuso de poder, “com risco de inelegibilidade ou cassação de futuro diploma”. O presidente da Fiesp já gastou R$ 16 milhões do Sistema S em promoção pessoal e chegou a contratar até o marqueteiro Duda Mendonça.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE